“QUEM TEM MEDO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS?” – O melhor vídeo do Ministério da Verdade

Alguns dos visados neste nesta síntese do Ministério da Verdade, artífices de todo o espectro parlamentar, caracterizam os movimentos sociais desta maneira: “desenquadrados (…) inorgânicos (…) descontrolados (…) desorganizados (…) intérpretes de actos de vandalismo (…) radicalismo (…) conflituosos (…) marginais”.

Quase dois anos depois do despertar que o 12 de Março de 2011 permitiu, depois de várias réplicas contra governos distintos, é evidente que já ficou claro o que teme a troika, o governo e a turba de austeritários, sendo que a maior certeza é que a razão do seu medo veio para ficar. Medina Carreira, Ângelo Correia, Miguel Sousa Tavares, sabem-no tão bem como Manuel Alegre, Arménio Carlos, Catarina Martins ou João Semedo.

Os deputados, como os comentadores de serviço, não são todos iguais, mas podiam, e deviam, ser substancialmente mais diferentes. Não só na crítica a quem não obedece à sua cadeia de comando e não age de acordo com o seu espectro luminoso, mas sobretudo nas propostas que apresentam para abrir novos caminhos.

Sem portar alternativa e limitados à crítica, a esquerda do costume vai continuar cúmplice do costume da alternância e o palco da concertação vai continuar a servir o banquete que o bloco central nem paga, nem agradece.

Ainda bem que o tempo é outro.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

27 Responses to “QUEM TEM MEDO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS?” – O melhor vídeo do Ministério da Verdade

  1. lenin lembras-te? diz:

    O leão usurpador a trair o leão legítimo, imagens montadas por cima da intervenção de Arménio Carlos – ai é assim que os meninos vêm a CGTP? E depois venham falar de unidade…

  2. Pascoal diz:

    Bastante fraco e feito por alguém que quer meter tudo no mesmo saco.

  3. Lenin & Pascoal: argumentos vossos pra contrariar o bídeo… ZERO, zerinhos!!! Mas como poderia ser de outro modo, se aqui se demonstra cabalmente como as esquerdas paralamentares se meteram no saco do “partido da ordem”…? ou vocês acham que as declarações de amor do Macedo são fruto da sua tolerância democrática…?!?

  4. Tiago diz:

    O capital morre de medo desses tais “movimentos sociais” (como se a CGTP-IN não fosse um movimento social)… é porque isso é que quando três dezenas de marmanjos saiam à rua a comunicação social dominante (essa revolucionária) já o tempo de antena que corresponde ao tempo dado à CGTP durante um mês.

    Que infantil. O patrão manda bater na CGTP, eles batem. Meninos bem comportados são de facto um perigo enorme, mas para a paciência de quem é anti-fascista.

    E este vídeo … não esconde nada. É pura propaganda ao estilo PNR, ou seja, bafio salazarista, e a referência ao PCP é clara … o patrão mandou, os queques fazem.

    • À falta de argumentos lá vem o clássico “fascistas”. Não vejo nada em que este vídeo possa ser acusado de fascista e muito menos de associado ao PNR… Acha o Tiago bem que o Arménio e outras figuras de Esquerda se tenham juntado ao partido da ordem e perante uma brutal carga policial não tenham tido uma palavra para as vítimas?… apenas lamentam ter sido “roubado” o seu lugar no palco mediático.

      Quanto aonde está o perigo, esteja atento às declarações dos representantes da classe dominante na primeira pessoa. Eles explicitam bem onde está o perigo, para eles. Claro que perigo a sério só com uma conjugação destes movimentos mais “espontâneistas” e o movimento mais organizado. E para que isso aconteça um passo fundamental é o respeito mútuo que implica saber aceitar uma crítica quando ela é justa e pertinente.

      Tiago faça a devida auto-crítica antes de vir para aqui dizer disparates

      • Tiago diz:

        A mensagem de que “todos os partidos são iguais”, “todos os sindicatos são iguais” é uma mensagem fascista, que o PNR aos anos vem tentando fazer passar.

        Porque é a mensagem que Salazar, esse grande democrata, dizia, daí a necessidade da “União Nacional” e de que um Estado “neutro” ideologicamente.

        Para quem conhece a história do livros das escolas ou de outras coisas que se vão publicando, não admira que aplaudam um vídeo destes.

        Quem já viveu alguma coisa… sabe sentir o cheirinho destas coisas.

        Crítica e auto-crítica faço nos sítios certos. Eu não clamo unidade para cada vez que abro a boca bater no PCP, no BE, na CGTP-IN. É essa a diferença entre quem é lambe-botas ao capital e não é.

        E acreditas podes ser um grande lambe-botas do capital e estar sempre a criticar o sistema capitalista, o coelho, o portas e tudo mais. Isso para eles pouco interessa.

        Os neo-fascistas em Portugal também se dizem que são democratas e tudo mais, e que são anti-capitalistas.

        Mas não estou á espera que percebas acredita, nem é num blog, em reposta – contra-resposta que se debate alguma coisa.

  5. Tiago diz:

    Que cheirinho tão bom a fascismo vem do “criador” desse vídeo… O patrão manda, os queques fazem.

    • Renato Teixeira diz:

      Fascistas também? A verve melhora de dia para dia.

    • Um vídeo que acaba com exemplos do povo a fazer a história… Revolução Francesa, Movimento anti-colonial na ìndia, Movimento dos direitos civis nos EUA, Revolução de Abril, Revolução Egípcia… e a aventesma do Tiago chama-lhe “fascista”… Tá bem abelha…

      • Tudo revoluções burguesas na cabeça de alguns estarolas estalinistas.

      • Tiago diz:

        Serve os propósitos do capital ao desmobilizar os trabalhadores de serem sindicalizados (ao dizerem que é tudo a mesma coisa) e a convoca todos a serem “apartidários” (dizendo no fundo que é tudo a mesma coisa)… e não cheira a bafio salazarista?

        Ah … espera no final fala de movimentos de libertação e do 25 de abril… pois nada que o PS por exemplo não falaria mostrando o seu símbolo de punho cerrado… essa grande partido revolucionário.

        Santa hipocrisia desta gente. Vale tudo para destruir a unidade.

        A sério … o MRPP era cheio de revolucionário e outras mil formações políticas batiam no PCP (o social-fascista). Onde andam os queques do MRPP hoje? Onde estão esses grandes revolucionários em que o vossa discursso é decalcado do discurso pós-25 de Abril?

        Epá vocês estão cheios de novidades que cheiram a mofo! Vocês podem ter grande capacidade oratória, grandes frases revolucionárias… mas enquanto não perceberam quem são os vossos inimigos de classe e fizeram do vosso cavalo de batalha o PCP e a CGTP-IN conscientemente ou não (isso pouco me interessa) fazem o jogo do capital.

        Ouvi uma centena de intervenções no Congresso do PCP e em nenhuma delas ouvir falar mal dos chamados “movimentos sociais”… apesar de vocês baterem a cada minuto no PCP.

        Chama-se a isso, mais do que qualquer coisa… classe. Que é coisa que quem daqui a uns anitos valentes, quando acharem que isso da luta é coisa anacrónica e estiverem abertamente ao serviço do patrão, nunca poderão ter, a menos que se deixem de tretas e lutem realmente.

  6. Muito bom!! Tem o mérito de juntar muito lixo no mesmo saco (geralmente cabe aos historiadores fazê-lo, um ou dois séculos depois dos acontecimentos; mas este vídeo dá-nos esse privilégio.)

  7. Portela Menos 1 diz:

    RT, o último marxista-leninista puro à procura do seu prec…

  8. Jorge diz:

    Que tal ler o radicalismo pequeno-burguês varias vezes?

  9. Jorge diz:

    Depois faço-lhe um vídeo a explicar como esse seu vídeo é reaccionário.

  10. zuogmi diz:

    o problema é quando cada vez mais pessoas percebem que não precisam de partidos e se conseguem organizar sem eles, e também não precisamos de líderes nos movimentos sociais, líderes esses a mando de partidos obviamente

    olha como os do lado do poder estrebucham, isso e a repressão a aumentar mostram que o caminho é por aqui, mas há todos os partidos a quererem dominar a contestação… se nós deixarmos

Os comentários estão fechados.