Rui Ramos, a política tem história

O historiador Rui Ramos sugere hoje no Expresso a criação de uma frente contra o PCP, a CGTP, o BE e movimentos sociais, porque as suas actuações estão fora da «liberdade». Foi o artigo mais sério e grave que li porque não há subterfúgios tácticos. A greve geral existe porque «o PCP mandou a CGTP parar os transportes» e os movimentos sociais são «milícias» e o BE finge que é bom rapaz. Porquê agora? Porque, explica o historiador, é preciso cumprir o programa de austeridade  e salvar o euro.

Esta política – calar os opositores em nome da liberdade – historicamente chama-se ditadura. Nem mais nem menos.

Imagem do João José Cardoso do Aventar

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

28 Responses to Rui Ramos, a política tem história

  1. Pingback: Rui Ramos, o fascista incolor – Aventar

Os comentários estão fechados.