Manuel Pizarro e a alternativa de Esquerda à Câmara do Porto

Há alguns meses, algumas vozes de Esquerda, como Rui Tavares, propuseram uma alternativa de Esquerda para defrontar Luis Filipe Menezes na candidatura à Câmara Municipal do Porto. No fundo, algo que já tinha sido tentado sem sucesso, por João Teixeira Lopes, em 2008.
Mas depois desta notícia, em que Manuel Pizarro é dado como o candidato do PS, a tal alternativa de Esquerda está completamente enterrada.
Para quem não sabe, Manuel Pizarro foi Secretário de Estado da Saúde no último Governo de José Sócrates e autor de um sem-número de malfeitorias contra o Sistema Nacional de Saúde. Confesso que fiquei espantado quando o vi na Manifestação do 15 de Setembro, no meio de 100 mil pessoas, como se não fosse nada com ele. É preciso ter lata!
E sendo óbvio que o PS é tudo menos de Esquerda, que venha o Diabo e escolha entre ele e Luís Filipe Menezes. Mesmo com Menezes, decerto que as coisas não serão piores do que foram com Rui Rio.
Uma ressalva final: espero que a tal alternativa de união esteja mesmo completamente enterrada. Suponho que nenhum Partido que seja realmente de Esquerda vai apoiar Manuel Pizarro, embora, com o Bloco de Esquerda, nunca se saiba com o que contar. É só olhar para o caso de Manuel Alegre.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

20 Responses to Manuel Pizarro e a alternativa de Esquerda à Câmara do Porto

  1. Pingback: Se votar Pizarro, Porto dá um prémio aos Governos PS – Aventar

  2. Pingback: Manuel Pizarro foi dar um abraço à Casa da Música | cinco dias

Os comentários estão fechados.