TOD@S A TOD@S – “A foz dos Rios: No dia em que a planície entre estes dois rios for inundada e as águas se juntarem numa mesma foz, a rua tornará ingovernável o país. É raro, vem pouco nos manuais, apenas nos melhores, mas está cada vez mais perto de acontecer.” JPP.

Uma dúzia de organizações e uma centena de pessoas já subscreveram a Concentração contra o Orçamento, e apresentam neste espaço o seu nome e as suas reivindicações. Dois dias antes, na manifestação Cultural, cerca de seis mil pessoas dizem estar mobilizadas. De 13 a 15 de Outubro, um pouco por todo o país, com várias acções marcadas entre os dias, o movimento dará uma resposta cabal ao desemprego, ao sistema económico, ao governo e à troika, assim continue a ser capaz de voltar a meter muita gente na rua, e de intensificar a sua combatividade. Com a Greve Geral no horizonte, a 14 de Novembro, é evidente que a sua força será inversamente proporcional à fragilidade que for imposta ao assalto fiscal, à destruição massiva de postos de trabalho e às contas do saque orçamental.

Cada afluente terá que fazer a sua parte para que a corrente ganhe a força que é precisa. Cada sector é importante, cada grupo de afinidade conta, cada activista é necessário. Os próximos dias dirão se estão capazes de ser mais do que a soma das partes e disponíveis para continuar a abrir caminho.

Sabe disso José Pacheco Pereira, que dá título a esta posta, apesar de confundir quem desgoverna o quê, e sabe Augusto Santos Silva ao lamentar que “o Orçamento está a ser elaborado na rua”.

“Cultura – Protesto – Ação” – Via Arroios

Via F.D.S Resistência.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a TOD@S A TOD@S – “A foz dos Rios: No dia em que a planície entre estes dois rios for inundada e as águas se juntarem numa mesma foz, a rua tornará ingovernável o país. É raro, vem pouco nos manuais, apenas nos melhores, mas está cada vez mais perto de acontecer.” JPP.

  1. tric diz:

    Pç de Espanha!!?? depois da venda da GALP ao partido comunista chinês…praça de espanha…

    • De diz:

      PRAÇA DE ESPANHA mesmo.
      Pesem a Galp e as negociatas do capital sob a batuta do Gaspar e seus compinchas
      Agora pode continuar a remoer para o lado que aprouver.
      Valeu?

      • tric diz:

        “Pesem a Galp e as negociatas do capital sob a batuta do Gaspar e seus compinchas”
        .
        e o silêncio do PCP quando da entrega da GALP ao partido comunista chinês, disse muita coisa…praça de espanha!!?? rsrs

        • De diz:

          Eu repito: Praça de Espanha que é mesmo o que interessa.

          Depois oh sr tric.Não tem um pouco vergonha de alardear assim a sua ignorância?Isso é por ler a sebentazinha à pressa?
          🙂

          Houve alguma entrega da GALP ao partido comunista chinês?
          Esta “santa ignorância” que leva às maiores barbaridades
          🙂
          Por acaso sobre a Galp:
          “Antes da liberalização (que a direita neoliberal caceteira) promoveu, a partir de 2004, os lucros da Galp eram, em média, de 139 milhões de euros; depois de 2004, até 2011, os lucros da Galp são de 668 milhões de euros. Diferencial: 529 milhões de euros para os acionistas da Galp. É este o preço que hoje está nos acionistas e que poderia estar nos consumidores de combustível”
          Coisas que o neoliberalismo faz.

          Ah e por acaso sobre a EDP:
          “Numa declaração aos jornalistas na sede do PCP, em Lisboa, o dirigente comunista Vasco Cardoso afirmou que o negócio, anunciado hoje, “constitui um acto de gestão danosa, por parte do Governo, contrário aos interesses nacionais, que dá um passo significativo no criminoso processo de privatização da EDP iniciado na década de 90 pelo Governo PSD de Cavaco Silva e que terá de ser revertido tão cedo quanto possível”.
          “http://www.dinheirovivo.pt/Empresas/Artigo/CIECO027365.html

          Para a próxima estude um pouco melhor o que debita para não ter que vir fazer estas figurinhas de tric tric
          Valeu?

          Ah, quanto aos seus sorrisos pinte-os agora de outra cor.O amarelo fica-lhe um pouco mal

  2. Dezperado diz:

    “o movimento dará uma resposta cabal ao desemprego, ao sistema económico, ao governo e à troika,”

    já ha uma resposta concreta?? já ha uma alternativa com medidas concretas?? Ou vai apenas passar por irem uma tarde para a rua, dizer umas caralh*****…e voltar para casa com a sensação do dever cumprido!!!

    • De diz:

      O rapazote gosta de dizer “caralh*****
      Sai isto.Hábitos deste tipo não se discutem.Voltará para casa com a sensação do dever cumprido
      Um pouco patético,mas enfim

      🙂

Os comentários estão fechados.