Quantos seremos?

Se o Expresso não tem dúvidas que o Terreiro do Paço não comporta mais de 100.000 pessoas – ainda que se esqueça de contabilizar as áreas das arcadas… rasteiras do google earth – e se, no 15 de Setembro, os especialistas do Público não tinham dúvidas em calcular a multidão em 100.000 pessoas, será que hoje, se não se conseguir entrar no Terreiro do Paço, enchemos as medidas dos contadores de manifestações?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Quantos seremos?

  1. kur diz:

    Bem mais do que a deles….
    Os imbecis que apoiam este desgoverno que se atrevam a manifestarem-se a favor da politica antiPátria.Imagino,tios e tias e espiritos santos mai-la arraia miúda do lumpen-uma minoria

  2. alô alô diz:

    Num elevador com 1,21 metros quadrados cabem 2 pessoas com conforto e pouco espaço para mexer ou 4 muito apertadinhas
    Uma multidão daquelas com 7000 vindos do porto 1000 de coimbra e 15 mil da margem sul
    e outros talvez 30 mil de lisboa e arredores a norte teria uns 50 a 60 mil se tanto

    o mais significativo é a elevada média etária e os desempregados de longo termo e os futuros desempregados de valadares e do vale do ave

    tirando os 1500 da estiva vão ser uns anos muito maus para os 50 mil restantes
    ou 100 mil ou 12 milhões tanto faz
    espero que as lojas da baixa tenham ganho

    pois já perderam 15 mil turistas dos cruzeiros e irão perder mais 15 mil até outubro chegar a feriado prolongado

    • De diz:

      Alô gosta de postar bocas.Bocas tiradas dos esconsos espaços do titio balsemão,que antecipou a contagem devida.Logo seguida e reproduzida pelo alô , que coitado tem que dizer algo antes que impluda.
      Bummm, e a raivinha do dito…bummm e as asneiras do cujo.

      Alô , poode dizer o que quiser.Até se pode armar em caga-tachos regimental a contar os tintins do titio balsemão
      Mas o pequeno falhou em grande.Tão em grande que nem lá colocou os pés.Medo que se converteu neste comentário piolhoso a cheirar a ódio fedorento
      A prova?
      “o mais significativo é a elevada média etária”
      Ahahahahah
      Tem que aprender mais com o titio balsemão.
      Sorry alô mas foste caçado.

      (Foi magnífico.Compreende-se a sanha do alô)

      Ah, o mais significativo foi a elevada média etária
      ahahahahahah
      O alô coitado referia-se concerteza à contagem dos do titio balsemão
      🙂

Os comentários estão fechados.