Unidade!

“Que ninguém ouse pensar que as Forças Armadas poderão ser usadas na repressão à convulsão social que estas medidas poderão provocar” (14/10/11)

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to Unidade!

  1. Tiago de Lemos Peixoto diz:

    São palavras bonitas e fortes. São também palavras de há 11 meses atrás, pelo que não sei se esta notícia ainda terá a relevância necessária.

  2. Nuno Cardoso da Silva diz:

    Não se fiem na vontade da tropa para intervir ao lado do povo. Uma tropa profissional, misto de guarda pretoriana e de mercenários, não reage como reagiria uma tropa de cidadãos sujeitos a um regime de serviço militar obrigatório. Muita sorte teremos se não nos cairem em cima com tudo o que têm…

    • Antónimo diz:

      A tropa do regime militar obrigatório já trouxe Gomes da Costa de Braga no 28 de Maio. Não é por aí.

      • Nuno Cardoso da Silva diz:

        Em 1926 os soldados eram analfabetos. Em 1974 já não eram. E hoje ainda menos o seriam. Só um exército de cidadãos pode proteger os cidadãos contra a oligarquia.

    • Bolota diz:

      Nuno,

      Mas seremos sempre mais que eles.
      Imagina que estão 300.000 na rua como já estivemos.
      Imagina que este numero de divide em sub-grupos de sei lá…de 10.000 cada sub-grupo e fazem pequenas focos de comflito em varios lucais de Lisboa.
      Achas que há policias que cheguem??? Não te esqueças que muitos deles tambem estão cheios de fome

Os comentários estão fechados.