Vitória

A direcção da luta dos presos palestinianos em greve da fome desde 17 de abril, e alguns desde há mais de dois meses, chegou ontem a um acordo com o governo israelita, sob a mediação do Egipto. Esse acordo respondia às reivindicações principais dos grevistas: o fim da detenção administrativa e a obrigação de os detidos serem julgados ou libertados, e o fim das medidas de isolamento.

O governo israelita foi obrigado a ceder à determinação dos presos e à onda internacional de solidariedade. É uma vitória importante para os grevistas e para o povo palestiniano.

Via Comité Palestina

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Vitória

  1. Ngan-Tiên diz:

    O melhor é ir lá…arranjar umas granadas…Temos festa em Atenas!

  2. licas diz:

    Na vompleta ausência de verdadeiras vitórias a Raquel transforma um acordo
    numa . . . HAJA PACIÊNCIA . . .
    Mas quanto à Síria pode o assassino prossequir na matança que a malta olha
    para o lado e Bashar al-Assad *goza* com a UN impunemente . . .
    Cessar fogo? TÁ bem tá . . .

  3. É uma óptima notícia.
    Com a devida vénia vou roubar.

    Abrç.

    mário

Os comentários estão fechados.