Merda de mundo, que teima em ficar mais pobre e menos generoso!

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.