SAVVAS METOIKIDIS – Novo assassinato político às mãos do governo grego, dos seus tutores e dos seus lacaios: “Quem são, afinal, os violentos?”

SAVVAS METOIKIDIS, EM PROTESTO CONTRA UMA CARGA POLICIAL, EM 2008.

“Violência é estar a trabalhar 40 anos por uma ninharia e não saber se um dia terás direito à reforma. Violência são os títulos do governo, as pensões roubadas e a fraude na bolsa. Violência é ser obrigado a obter um empréstimo hipotecário pago a preço do ouro. Violência é o patrão ter direito a demitir-me a qualquer momento. Violência é a precariedade, o desemprego, 700 euros com ou sem segurança social. Violência são os “acidentes” porque os chefes baixam as despesas com a segurança às custas dos trabalhadores. Violência é tomar a medicação psicotrópica e vitaminas para aguentar os tempos difíceis. Violência é ser um imigrante, viver com medo que a qualquer momento seja expulso para fora do país e constantemente sujeito à insegurança. Violência é ser ao mesmo tempo assalariada, dona de casa e mãe. Violência é quando te enchem o saco no trabalho e te dizem: “Sorria, poderia ser pior”.

O que temos vivido eu chamo de rebelião. E como qualquer ensaio de rebelião é semelhante à guerra civil, cheira a gás lacrimogéneo, tem lágrimas e sangue. Não é facilmente contida e não é explorada. Eleva as consciências, acentua as contradições, e assegura momentos de companheirismo e de solidariedade. Abre caminho para a libertação social.

Senhoras e senhores, bem-vindos à metrópole do caos! Coloquem trancas de segurança e sistemas de alarme nas vossas casas, liguem a televisão e desfrutem o espectáculo. A revolta será definitivamente mais escaldante com o progressivo apodrecimento da sociedade… 

A alternativa é sair para a rua com os seus filhos, declarar-se em greve, atrever-se a reclamar a vida que lhe roubam e recordar que uma vez já foi jovem e sonhou em mudar o mundo.”

Texto de Savvas Metoikidis, professor e activista de 45 anos, o segundo assassinato político em poucas semanas, na Grécia. Tradução minha a partir da tradução do Indymedia de Euskal Herria e em inglês, via Artigo 21º.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to SAVVAS METOIKIDIS – Novo assassinato político às mãos do governo grego, dos seus tutores e dos seus lacaios: “Quem são, afinal, os violentos?”

  1. Pingback: SAVVAS METOIKIDIS – Novo assassinato político às mãos do governo grego, dos seus tutores e dos seus lacaios: “Quem são, afinal, os violentos?” « Máquina Semiótica

Os comentários estão fechados.