Filipe La Fábula: publicidade enganosa

Hoje estive à tarde no edifício da Sociedade de Geografia de Lisboa ao lado do Coliseu de Lisboa. É um edifício lindo, com um espólio histórico esplendido. Juntamente com a Casa do Alentejo, ali ao lado, são dois edifícios cujo interior passa desconhecido por muito dos que por ali passam.

À porta, o meu olhar depararou-se com o cartaz de uma produção do Filipe La Féria, que no rodapé tem altos elogios do Times, Telegraph etc., tudo jornais ingleses. De repente ocorreu-me: estas citações são produção de «End the Rainbow», em Londres! Isto é, em nada reflectem de opinião sobre a produção do La Feria no Politeama. São um grandessíssimo embuste!!. Ok, é a mesma partitura, mas uma pessoa vai ver é a produção do La Feria e não a produção inglesa nomeada para 4 Olivers. Não vi qualquer das produções, e nada posso afirmar sobre a qualidade da produção do La Féria. Mas o meu argumento, é que as citações no cartaz também nada afirmam sobre esta produção. (Desculpem este meu desabafo, mas acho isso publicidade enganosa – possivelmente um oxímoro.)

Sobre André Levy

Sou bolseiro de pós-doutoramento em Biologia Evolutiva na Unidade de Investigação em Eco-Etologia do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, em Lisboa
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to Filipe La Fábula: publicidade enganosa

Os comentários estão fechados.