BENITO TSOLAKOGLOU

“O Governo de Tsolakoglou aniquilou qualquer possibilidade de sobrevivência para mim, que tinha como base uma pensão muito digna que paguei, por minha conta, sem qualquer ajuda do Estado, durante 35 anos. E dado que a minha idade avançada não me permite reagir de forma mais dinâmica (mas se um compatriota grego pegasse numa Kalashnikov, eu apoiá-lo-ia) não vejo outra solução a não ser acabar com a minha vida deste modo digno, para não ter que acabar a vasculhar os contentores do lixo para poder sobreviver. Creio que os jovens sem futuro vão um dia pegar em armas e pendurar de cabeça para baixo os traidores deste país na Praça Syntagma , como os italianos fizeram com Mussolini em 1945.” Dimitris Christoulas, Atenas, 2012.

Via Rick Dangerous, TMS e Portugal Uncut.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.