É urgente traduzir “impeachment”

Em mais um momento carnavalesco, Cavaco falou sobre a sua economia doméstica. Esqueçamos por um momento que a sua declaração é mentirosa (como é demonstrado aqui, aqui, aqui, aqui…) e que, como referiu Jerónimo de Sousa, insultuosa para os pensionistas.
Não há dúvidas que Cavaco se sente injustiçado pela remuneração que aufere, o que até é compreensível. À sua volta vê crescer riqueza e abundância. Com o seu beneplácito e apoio, os seus amigos foram-se amanhando. Os lamentos de Cavaco revelam o seu sentimento de revolta ao ver a brilhante carreira contributiva de Dias Loureiro, Eduardo Catroga, Duarte Lima, Ângelo Correia, Ferreira do Amaral, e tantos, tantos, outros…
A sua inveja revela o centro das suas preocupações. Cavaco não percebe que, mesmo se a sua reforma fosse de 1.300€ (que é mentira!), estaria muito longe da miséria. Lamentar-se por receber três vezes mais da pensão média ajuda-nos a perceber o seu desfasamento com a realidade do país.
É urgente traduzir a palavra impeachment e começar a tratar da sua reforma política.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

5 Responses to É urgente traduzir “impeachment”

Os comentários estão fechados.