Zuccotti Park, Brooklyn Bridge, Wall Street: da ocupação do espaço público à tomada dos centros de poder!

"As boas ervas daninhas vão para o céu, as más vão para todo o lado."

Desenho e legenda da Gui.

Nova Iorque está há dois meses em libertação e hoje Manhattan pode ser Tahrir por um dia. Os seus pontos estratégicos estão debaixo da mira dos manifestantes que prometem parar a ilha. Mais de 70% dos habitantes apoiam o protesto que colocou o império em sentido e a escalada da repressão parece ter como único efeito a radicalização e o reforço dos activistas. Para que tudo seja ainda melhor, o movimento OWS percebeu que a simples ocupação de espaços que não são vitais nem para a economia nem para o exercício do poder, acabam por ser ignorados ou assimilados pelo regime. Chegou a hora de cobrar a factura da dívida a quem dela usufruiu, de tirar os banqueiros do trono e deixar de saudar os arqueiros do rei.

Acompanha em directo:

Watch live streaming video from occupynyc at livestream.com

 

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

7 Responses to Zuccotti Park, Brooklyn Bridge, Wall Street: da ocupação do espaço público à tomada dos centros de poder!

Os comentários estão fechados.