Greve ao Natal

Informo os interessados que, a partir do dia da eventual aprovação do Orçamento de Estado, entrarei de Greve ao Natal, pelo que não comprarei nem aceitarei presentes.

Se os senhores lojistas quiserem ter a bondade de levantar o rabo do sofá, nas próximas manifestações, protestos e greves, serão muito bem vindos.

 

A coisa virou, entretanto, evento no Facebook. Sugiro algumas razões para aderir, aqui na caixa de comentários, em conversa com Pedro Lérias.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

13 Responses to Greve ao Natal

Os comentários estão fechados.