951 cidades, 82 países – A resistência revela-se!

Faltam exactamente 24horas para darmos ao governo do Passos Coelho, do Paulo Portas e da Angela Merkel a resposta que eles precisam ouvir. A palavra está agora do nosso lado e com um movimento desta dimensão tudo é possível. José Mário Branco, Jorge Palma, os Homens da Luta, os Terrakota, a Kumpanhia Algazarra e os Tambores dos Ritmos da Resistência, são alguns dos que já declararam solidariedade com o 15O e estarão presentes entre o Marquês de Pombal e São Bento, ou seja, entre a Manifestação e a Assembleia Popular. E tu? Vais ficar em casa?

O desenho é da Gui e o Carlos Vidal, por mais que disfarce, adora.

Comunicado N.º5 – Resposta às medidas de austeridade do Governo:

14 de Outubro de 2011

Amanhã, a massa humana ocupará as ruas contra o retrocesso da democracia e dos seus direitos

De medidas de austeridade a medidas de brutalidade

Expansão do horário de trabalho em meia hora por dia, ajustamento do calendário dos feriados, aumento do IVA, cortes na Saúde e na Educação e corte dos subsídios de natal e de férias, nos próximos dois anos, a quem aufira mais de mil euros mensais. Foram estas as medidas de brutalidade anunciadas ao país, ontem, às 20h05, pelo chefe do governo, medidas que designou de «esforço adicional».

Perante estas declarações, a plataforma organizadora da manifestação internacional do 15 de Outubro declara que a convocatória dos portugueses para o sacrifício claro dos seus direitos representa um retrocesso de mais de 100 anos na história na vida das pessoas, como é o caso claro da conquista de oito horas de trabalho diárias, a 1 de Maio de 1890, depois de uma manifestação internacional com contornos similares à convocada agora; com a agravante do sacrifício dos subsídios de férias e de natal, conquistados há décadas, como sinal de que os seres humanos não são simples máquinas de trabalho.

Esta plataforma faz saber que os sinais claros de retrocesso civilizacional, democrático e dos direitos laborais vêem reiterar a necessidade de protesto por melhores condições de vida e de indignação «face ao actual modelo de governação política, económica e social» como refere o nosso manifesto. As declarações de Passos Coelho são a garantia de que este é «um modelo que não nos serve, que nos oprime e não nos representa».

No entanto, e à semelhança do que temos vindo a frisar, a plataforma organizadora da manifestação do 15 de Outubro, rejeita qualquer tipo de violência e demarca-se que qualquer tentativa de manipulação relativamente à responsabilidade por qualquer perturbação da ordem pública, decorrente do pedido de mais e mais sacrifícios aos portugueses.

Este colectivo sublinha ainda que repudia as repressões policiais sobre cidadãos pacíficos que se têm manifestado em todo o mundo por uma democracia representativa, justa e solidária.

Página Facebook do 15 de Outubro: https://www.facebook.com/pages/15-Outubro/161447463927164

Site informativo: www.15deoutubro.net/

E-mail: 15outubro2011@nullgmail.com

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

24 Responses to 951 cidades, 82 países – A resistência revela-se!

Os comentários estão fechados.