(H)À rua!

A esquerda e os sindicatos não o assumem, mas o 15 de Outubro é decisivo. É certo que a manifestação se declara apartidária e não se espera que repita as palavras de ordem de 1 de Outubro. É certo que todos temos esta ou aquela crítica a fazer aos movimentos que convocam a manifestação, um argumento mal invocado, um comentário descontextualizado…
Mas será no próximo sábado, na rua, que a esquerda e os sindicatos poderão medir quem, dentro e fora dos seus tradicionais meios de mobilização, está disponível para travar o braço de ferro que precisa de ser travado.
A manifestação da CGTP ou a semana de luta que se avizinha, são momentos importantíssimos para luta dos trabalhadores. O 15 de Outubro também. Ficar em casa ou na praia, é dar trunfos aos vampiros que nos procuram consumir o cadáver.

Da Gui.

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

25 Responses to (H)À rua!

Os comentários estão fechados.