Assobiar para o lado

Tornada pública no início de Setembro, a situação do Centro de Medicina Rovisco Pais (Tocha), em que inúmeros trabalhadores foram “convidados” a passar de contrato a falsos recibos verdes, é mais uma aldrabice feita completamente às claras e demonstra a  preponderância e o poder das empresas da pseudo-prestação de serviços. Mais do que precariedade, é a ilegalidade ou a cirúrgica falha na lei. E o que faz o governo perante isto? Assobia para o lado e nada fará. É por isso que sempre que PS /PSD/CDS falam (ou falaram) em sacrifício e confiança e manifestam preocupação com os precários e os desempregados, soa sempre, sempre a podre…

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.