E serão reflorestados os desertos do mundo e os desertos da alma.

Possuímos uma única certeza: no século vinte e um, ainda que possamos estar aqui, seremos todos gente do século passado e, pior ainda, seremos gente do passado milénio. Não podemos todavia tentar adivinhar o tempo que será sem que tenhamos, pelo menos, o direito de imaginar aquele que queremos que seja. (excerto de O Direito ao Delírio, Eduardo Galeano)

Para ver Galeano por Galeano, emocionante, inesquecível, clicar aqui.

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a E serão reflorestados os desertos do mundo e os desertos da alma.

  1. De diz:

    É bom ver e ouvir coisas assim

  2. Eles não sabem nem sonham
    que o sonho comanda a vida
    e que sempre que o homem sonha
    o mundo pula e avança
    como bola colorida
    entre as mãos de uma criança.

Os comentários estão fechados.