Novas formas da poética

Em tempos de trevas, a sanidade encontra formas tanto mais imaginativas de expressão quanto mais totalitário é o império da insanidade.

O testemunho mais certeiro do estado a que chegou a esfera pública democrática nos dias que correm.
Esta obra-prima da arte efémera ainda era erraticamente acessível por volta das da 21h45 de sexta-feira.
PS – Hossanas ao amigo Alexandre Lemos pela descoberta.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

10 Responses to Novas formas da poética

Os comentários estão fechados.