Lições do 12 de Março, a pensar nas aulas do 15 de Outubro (VIII)

A grande diferença entre o passado 12 de Março e o próximo 15 de Outubro é que se deixou de contar com as boas graças do lado negro da força. Não há problema, tirando, vá lá, umas carícias mediáticas. (Onde andam os Fernandes e as Matos?) Se por um lado, é possível, vai demorar mais do que meia dúzia de dias a cair o governo, por outro, é certo, a combatividade, a radicalidade e o nível de consciência, vão arrepiar caminho.

E o cartaz é da Gui, carago!

[a 29 dias das ruas voltarem a ser nossas]
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

2 respostas a Lições do 12 de Março, a pensar nas aulas do 15 de Outubro (VIII)

  1. De diz:

    Alguns “casos” para meditar… mas Não Só!

    -“ERSE propõe aumento de 30% nas tarifas eléctricas para o próximo ano, ao qual acresce o agravamento do IVA de 6% para 23% nas contas da luz.”
    http://economia.publico.pt/Noticia/regulador-quer-subir-preco-da-electricidade-em-30-para-2012_1512168

    “As escolas com falta de professores só poderão celebrar contratos mensais com os docentes que vierem ainda a contratar, confirmou ontem o Ministério da Educação e Ciência (MEC) em resposta a questões do PÚBLICO. Directores de escolas e agrupamentos pensaram que se tratava de um “erro” da plataforma informática, mas afinal é mais uma alteração nos procedimentos de colocação de professores. Nenhum foi informado previamente.”
    http://www.publico.pt/Educação/professores-em-falta-nas-escolas-vao-ter-contratos-mensais_1512171

  2. Pingback: Lições do 12 de Março, a pensar nas aulas do 15 de Outubro (IX) | cinco dias

Os comentários estão fechados.