Diz que tem cem anos de perdão…

Roubam quinta a Belmiro de Azevedo.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

6 respostas a Diz que tem cem anos de perdão…

  1. Gentleman diz:

    Aposto que quase todos os frequentadores assíduos deste blogue sejam clientes do maior empregador do país a seguir ao Estado…

    • Carlos Guedes diz:

      Ergamos-lhe então uma estátua!

      • Carlos Vidal diz:

        … e com uma pila à Lagoa Henriques (foi meu professor na então ESBAL, não me apetece comentar a sua obra – já aqui escrevi sobre ele – nem a história da pila).
        E também se pode erguer uma estátua ao Cavalheiro.
        (Mas pró Cavalheiro, como pró Belmiro, não dou um tusto!)

    • De diz:

      Já se sabia

      Gentleman tem uma particular apetência para os “capitalistas” desta terra

      Um que já foi comparado aos eucaliptos…parece que seca a produção nacional à sua volta

      Um intermediário .
      E um exemplo vivo de um explorador sem escrúpulos
      (que se dane a peculiar “estima” de Gentleman” por tal grada figura)

      “Num contributo inestimável para a criação de novos postos de trabalho, e aproveitando a quadra natalícia, a Sonae, em 2010,contratou novos trabalhadores para fazer embrulhos.
      Não o fez directamente, antes recorreu aos préstimos de uma empresa de trabalho temporário que dá pelo nome de UR – you are one, o que sempre ajuda ao empreendedorismo, mais a mais com designação anglo-saxónica.
      Segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP) os felizardos entraram ao serviço no passado dia 6 de Novembro e têm contrato até 24 de Dezembro de 2010. O pagamento, esse, será feito mediante recibo verde ou acto único, mas só a partir de 15 de Janeiro de 2011. Quanto ao salário, não tem mistérios: cada contratado recebe 12€ por turno, e cada turno tem cinco horas.
      Feitas as contas, apura-se que o salário/hora é de 2,4€, ou seja inferior aos 2,7€ que resultam do salário mínimo nacional. Acresce que os trabalhadores assim distinguidos com a oferta de emprego Sonae têm apenas um dia de descanso por semana, não recebem o subsídio de refeição em vigor na empresa, e não recebem trabalho nocturno apesar de um dos «turnos» terminar ”

      Há quem goste desta gente

      Eu prefiro a frase lapidar de Brecht aqui trazida por João Valente Aguiar:
      “o nosso desemprego não será solucionado enquanto os senhores não ficarem desempregados!»(http://5dias.net/page/2/)

  2. O que é que o Belmiro de Azevedo lhe roubou exactamente?

Os comentários estão fechados.