As várias faces do mesmo bandido

Disse o Mário Soares, na Figueira da Foz: «Se os mercados continuarem a mandar nós vamos para o fundo e então tem que haver outra revolução. Mas a sério!»
Pelo menos desta vez ele não terá forças para a estragar, digo eu… e talvez desta vez seja mesmo a sério!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

10 respostas a As várias faces do mesmo bandido

  1. rato zinger diz:

    A superioridade mural(!) das tropas da liberdade(arbeit macht frei) no Iraque
    http://www.resumenlatinoamericano.org/index.php?option=com_content&task=view&id=2934&Itemid=1&lang=es

    Tou farto do soares e do gajo da halliburton…

  2. Carlos Carapeto diz:

    Nem pode contar com a ajuda do amigo Vernon Walters.

  3. Sassmine diz:

    ouvi-o dizer isto de manhã e fartei-me de rir…

  4. pgr diz:

    que mau gosto

  5. Von diz:

    Sim, a sério, eliminando os que não disserem o sim que se exige.

  6. Armando Cerqueira diz:

    Espero bem que quando for (a Revolução social), seja finalmente de vez (=vencedora).
    Mas, provavelmente, já não será durante a minha vida. Infelizmente.

    • Carlos Carapeto diz:

      Não desanime, as revoluções não têm hora marcada. Devemos é estar preparados, desta vez não podemos ser benevolentes, porque quem o inimigo poupa à mãos lhe morre. Nunca ouviu dizer?

  7. PT diz:

    “e talvez desta vez seja mesmo a sério!”
    Olhe que não, olhe que não…

  8. NR diz:

    Não foi este o senhor que deixou “qualquer coisa” esquecida numa gaveta?

    • Carlos Carapeto diz:

      Ele encheu os bolsos. Foi o que o canalha fez . Estive a ler os ultimos livros que publicou, nem uma referência ao Marxismo, só socialismo democrático e social democracia. Um pavão politico, um Marcelista amuado, como disse Salgado Zenha.

Os comentários estão fechados.