os tomates da (in)tranquilidade

Esta imagem parece publicitar uma exposição a abrir no “espaço tranquilidade”.

Na realidade representa o último dos exemplos de homofobia institucional em Portugal:

Incompatibilidade com os valores tradicionais da empresa. Segundo o artista plástico João Pedro Vale foi esta a justificação dada pela direcção de marketing da Tranquilidade para cancelar a exposição que o artista estava a preparar para o Espaço Arte Tranquilidade, em Lisboa, e que ia ser inaugurada a 2 de Setembro. “O conteúdo das peças que são mais polémicas falam de homofobia”, o que terá chocado os responsáveis da companhia de seguros.

Provincetown, uma das “cidades fetishe” da população LGBT norte-americana, mas também um espaço mítico para a emigração portuguesa nos Estados Unidos, merecia pois a apresentação da referida exposição agora censurada.

(também aqui)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to os tomates da (in)tranquilidade

  1. Pingback: os tomates da (in)tranquilidade « Paulo Jorge Vieira

Os comentários estão fechados.