Viva o XIX Governo e o Sporting, pim!

A blogosfera temente a Sócrates ufana-se.
Os pidezinhos do Rato descobriram as barbas do Figueira. Fernanda Câncio apressa-se a dar à estampa uma prosa do mais fino recorte, tergiversando sobre como tudo o que envolva estudo, especialização e mais-cabeça-que-os-abrantes deverá ser tratado com asco, qualificado de pulha e mantido longe dos gabinetes.
Para os ex-comensais do Estado este é um sinal da existência de uma “coligação negativa entre a esquerda radical e a direita mais radical que alguma vez esteve à frente do PSD”. Esperam que aqui seja repetido o seu exemplo de subordinação intelectual e dependência financeira. Siga os próximos capítulos no 5dias.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

15 respostas a Viva o XIX Governo e o Sporting, pim!

  1. a senhora f. mostra uma fina elegância que até comove.

  2. Miguel Barreto diz:

    Só não percebo o que tem o desgraçado do Sporting a ver com esta trampa (XIX governo). Não batam mais no ceguinho (um dia ele ainda riposta).

  3. a anarca diz:

    ah ah ah !
    Ob-la-di Ob-la-da
    Fortnum & Relvas !

  4. João Pimenta diz:

    Sporting sempre…

    • Tiago Mota Saraiva diz:

      Caro João Pimenta estive tentado em não aprovar o seu comentário. Acho abusivo e de mau gosto esse, passo a citar, “Sporting sempre…”. A única coisa que me fez aprová-lo são os três pontinhos, como se estivesse em queda livre de um precipício.
      Boa noite.

  5. Justiniano diz:

    Das únicas verdadeiras qualidades que sempre aqui apreciei ao A. Figueira foi o seu sportinguismo e a sua capacidade de ver o vazio a meio do campo!! Quanto ao XIX, e por maioria de razão, saberá o A. Figueira que aquilo é um campo vazio, sem fio nem pingo de jogo!!

  6. João Pimenta diz:

    Bom dia Tiago,

    A intenção do Sporting Sempre.. não era ofender ninguém, as pessoas são livres de escolher com quem trabalham e se forem muito bons profissionais, serão sempre uma mais valia, neste caso para o país.
    Se acha que ofendi alguém aqui fica o meu pedido desculpas, pois não era essa a minha intensão.

  7. Justiniano diz:

    Como o A. Figueira me parece ser um institucionalista não corremos o risco de ler por aqui os últimos estudos, ensaios e ódes do secretariado da propaganda nacional, valha-lhe isso!!
    Não será assim!?

  8. Maria Silva diz:

    A propósito do postezito da Câncio, deixei no respectivo blogue um comentário com sugestões de leitura e citações, que passo a transcrever:

    “Ao ler este “fabuloso” naco de prosa, recordei um livrito chamado “O Livro do Filho da Puta”, de Manuel Maria Tolentino, Editorial Notícias, 2ª edição, da qual lhe vou citar algumas passagens:

    a) p. 26 “O filho da puta nunca afirma, só insinua”

    b) p. 27 “O filho da puta nunca diz pela frente o que pode dizer pelas costas”

    c)p. 38 “O filho da puta insulta, provoca e depois repete incessantemente: “Vê-se mesmo que não têm sentido de humor para perceberem quando estou a brincar””

    d) p. 52 “O filho da puta sonha escrever um livro de memórias intitulado Este País não Me mereceu”

    e) p. 68 “O filho da puta fala sempre em nome de princípios, mas só consegue pensar nos fins”

    E podia continuar…
    Não acha que este seu post apenas vem comprovar as citações acima?”

    Pergunto-me se este meu singelo desabafo, verá a luz do dia lá pelas bandas do Jugular…

Os comentários estão fechados.