Sérgio Lavos 1.0

Sérgio, Esta não é a sua revolução, nem a minha, nem a de muita gente mas infelizmente é a revolução que a Europa é capaz de produzir. Criamos uma sociedade de consumo, de imagem, desprovida de valores e princípios éticos básicos e agora queremos o quê? Uma revolução de ideologia? Não, esta sociedade apenas é capaz de fazer uma revolução de telemóveis, não se pode esperar colher trigo onde se plantou girassol.”
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.