i se mandassem o João Duque para as Novas Oportunidades?

“Há muita gente que acha que a economia de mercado é a pior coisa que pode haver e que gostaria de ver tudo isto implodir. (…)

Dos extremistas islâmicos, por exemplo, ou dos comunistas, que ainda os há. (…)

Em Portugal, só temos uma coisa a fazer: cumprir aquilo que se acordou com a Troika. Mais nada. (…)

Apercebemo-nos de que há coisas que, em determinadas fases, não podem ser votadas.”

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

18 respostas a i se mandassem o João Duque para as Novas Oportunidades?

  1. Tiago Mota Saraiva diz:

    “Estamos a tomar consciência dos limites da democracia?
    Sim. Mas isso não é mau, é até bom. Apercebemo-nos de que há coisas que, em determinadas fases, não podem ser votadas.”

    • Renato Teixeira diz:

      Que obscenidade. Arre. Foi de tal maneira que me escapou. Vou acrescentar, mas com algum medo de publicar propaganda fascista, confesso.

      • Katulo diz:

        Porque é que é obsceno?
        Não eram o PCP e o BE que defendiam que o aborto devia ser liberalizado sem recurso a referendo?…

        • Renato Teixeira diz:

          Direitos não se referendam (e não, o BE sempre quis levar o aborto a votos) mas o endividamento, especialmente o alheio, não entra nesse campo. Não lhe parece óbvio?

          • Katulo diz:

            1) E, no entanto, referendou-se…

            2) «há coisas que, em determinadas fases, não podem ser votadas.» — foi o que disse João Duque; o que lhe faz julgar que as “coisas” a que ele se estava a referir era o endividamento?

            3) Porque é que alguém que votou num partido que sempre defendeu a vanguarda da classe operária e regimes sem sufrágio universal se escandaliza com a afirmação de João Duque? Não está a ser hipócrita?

        • De diz:

          Direitos não se referendam
          E quem confunde referendo sobre a despenalização do aborto com a liberalização do mesmo é porque …?

  2. Orlando diz:

    Este gajo é mesmo um vendido, um reaccionário, e ainda me lembro dele jovem, e posso dizer que sempre teve a mania. Este gajo que veio do nada e que os pais fizeram das tripas coração para lhe darem o melhor, esquece que outros pais não irão fazer o mesmo aos seus filhos porque infelizmente não podem. Não se esqueça ele que se não tivesse existido o 25 de Abril, filho de trabalhador assalariado como foi o seu pai, nunca poderia chegar onde chegou, foi essa a oportunidade que o 25 Abril troce para os portugueses, hoje em dia seria, na melhor das hipóteses, um escriturário. é triste as pessoas esquecerem as suas origens e sobretudo, deixarem de ter consciência de classe.

  3. Pascoal diz:

    Só nos saem duques.

  4. rosinha diz:

    Já tem uma Nova Oportunidade. Comissão de Liquidação do serviço público (RTP) O lugarzito de “boy” pelas obcesnidades fascistas que apregoa nos jornais.

  5. Homem de Esquerda diz:

    Como homem de esquerda que sou, prezo a verdade. Não pactuo com mentiras nem encobrimentos. Há quem diga que há um Holocausto a ocorrer no séc.XXI e que esse Holocausto é na Coreia do Norte. Vejam o seguinte vídeo para saberem o que lá se passa na realidade:
    http://bit.ly/qFWW2H
    O mundo precisa de saber a verdade.

    • De diz:

      Homem de esquerda?tretas,Nem homem nem de esquerda,Vai mais um tirinho freguês?Assim pode ser que não se tope o quanto o João Duque é torpe

  6. !!! diz:

    Na entrevista há uma frase verdadeiramente de antologia, que escapou ao Renato, mas que merece ser guardada nos anais da cretinice académica:

    «Estou convencido que o Homem é o único animal que concede crédito.»

    E subiu-me este a catedrático. Pobres alunos, pobre universidade, pobre país.

  7. Katulo diz:

    Ficou incomodadinho por lhe ter descoberto o telhado de vidro, Renato?

    • Renato Teixeira diz:

      Não fico muito incomodado com a estupidez alheia, mas confesso que me escapou o telhado descoberto. Onde me viu desdenhar o sufrágio universal?

      • Katulo diz:

        Nem você, nem o PCP!
        Mas o que diria você se um simpatizante de um partido fascista dissesse «Onde me viu desdenhar o sufrágio universal?»

        • De diz:

          Um simpatizante de um partido fascista poderia dizer o que quisesse.Desde que nem fizesse a apologia do fascismo ,nem passasse a acção.Já o partido fascista deveria ser retirado da circulação

  8. mário martins diz:

    Ler o resto,porra,não me lembro de fazer mal a ninguém.

    Mandá-lo para as novas oportunidades?Não pode ser para outro lado?

    Um abraço,
    mário

  9. Manuel Monteiro diz:

    Não foi aquela aventesma da Ferreira Leite que disse que a democracia devia ser suspensa durante 6 meses? Pois aqui está um discipulo da drácula…
    Manuel Monteiro

Os comentários estão fechados.