Obamize it!

Happy birthday Mr President, greetings from Afganistan!

Presidente dos EUA recebeu prenda de aniversário do Afeganistão. Nada de grandes novidades. Mais 37 forças especiais a regressar a casa numa caixa de pinho.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

22 respostas a Obamize it!

  1. David diz:

    Isto, Renato Teixeira, nem sequer é humor negro. É apenas mau gosto.

    • Renato Teixeira diz:

      10 anos a exportar a democracia queria que desse o quê? Bom gosto?

      • David diz:

        Não desvie as atenções, Renato Teixeira, nem dê pontapés para o lado, por favor. Eu referi o seu comentário, não a intervenção no Afeganistão. Já agora, e para que não me julgue um perigoso Osamista ou, no mínimo, um apoiante, farto de “exportações” dessas ando eu desde a guerra do Vietname. Não tenho pena dos americanos: andam a ser mordidos pela serpente que ajudaram a criar contra o Exército soviético. Mas isso não faz que tenha a mínima solidariedade com os talibãs. O facto de serem inimigos dos EUA — e, já agora de tudo quanto não tenha o selo corânico — não faz deles meus “amigos”.

  2. mário martins diz:

    Interessante,parece que eram os mesmos da cena do bin laden no Paquistão.

    Um abraço,
    mário

  3. paulo diz:

    sempre aquele coração mole…………….
    os 37 americanos que morreram tem, tal como os afegãos que morrem nesta guerra familia, amigos.
    mas para si isso são só merdices

    • Renato Teixeira diz:

      Merdices só se for para o Obama que eu tenho de facto o coração mole. Muitos afegãos poderão assim perder muito menos amigos. Estou certo que me entende.

  4. LGF Lizard diz:

    25 eram SEAL’s (do SEAL Team Six ou DEVGRU), 5 eram da tripulação do helicóptero, 1 intérprete e 7 eram afegãos.

    E sim, eram da mesma unidade que mandou o Osama para um encontro antecipado no Inferno com as 72 (feias) virgens.

    Os talibans conseguiram este “feito” utilizando um RPG.

    É triste, mas é verídico. Existem quem prefira os talibans no poder. Quem gosta da opressão apenas pode ter essa linha de pensamento.

    • Renato Teixeira diz:

      Eu prefiro que os EUA deixem de ser polícias do mundo e que a população de cada país escolha os seus representantes.

      • LGF Lizard diz:

        Os talibans, Khomeini, Kadhafi, Assad, Mubarak, etc., etc., etc., foram escolhidos?

      • Miguel diz:

        Mais ou menos como a malta na Coreia do Norte, Birmânia e Cuba podem escolher? Engraçado é que se os EUA não fazem nada vem logo a maltinha como o Renato mandar vir, se fazem alguma coisa mandam vir na mesma. Incrível hipocrisia!

    • koshba diz:

      Xim xednhor,esses talibans foram bem corridos porque assim a valorosa NATO pode fazer com que houvesse uma vitoria da batalha de producao de 40 VEZES do opio!!!!Grandes valores que tem o sr. e,ja agora fiquei contente-os americanos nao 6tem que estar na terra dos outros a mamarem!Fuck them all.Jah agora deve estar com pena do irmaozinho do p-residente,neh?

  5. David diz:

    O meu comentário sobre a questão de solidariedades foi à vida?

    • Renato Teixeira diz:

      Os seus comentários foram todos aprovados.

      • David diz:

        Tem razão, Renato, desculpe, eu é que, inadvertidamente, meti água e, por isso, perguntava se um meu comentário fora à vida. Pensei nisso depois e relembrei que, em vez de clicar no “post comment”, me limitara a fazer “Enter”. Esse comentário respondia-lhe quanto à questão da solidariedade com os afegãos e mais ou menos nestes termos: sou sempre solidário com os afegãos, mas não com os talibãs, tal como, retrospectivamente, por exemplo, me poderia sentir solidário com os alemães e não com os alemães nazis. Ou, nestes tempos, com os palestinianos e não com os extremistas que transformam crianças em bombistas-suicidas. E há mais, como decerto compreende, não vale a pena ampliar a lista. Isto para dizer que, neste campo, tal como noutros, há por vezes que separar as águas.

        • Renato Teixeira diz:

          Poderei voltar a ver os talibans como nazis,(assim acabe a ocupação) mas por agora são o exercito de libertação nacional do Afeganistão. Preferia outro? Naturalmente, mas eles são capazes de não terem grande escolha.

          • Miguel diz:

            Exército de libertação nacional do Afeganistão? Não estás bom da cabeça Renato. Então um bando de fanáticos religiosos que, entre outras barbaridades, ataca escolas, mercados, aldeias e hospitais é um exército de libertação nacional? Só se fôr na tua cabecinha…

          • Renato Teixeira diz:

            Veja, é principalmente assim na cabeça deles.

          • Miguel diz:

            E na tua também, pelos vistos… O que vai na cabecinha dos talibans pouco ou nada interessa! O único interesse que se pode em relação a tais pessoas é como alimento para minhocas

          • LGF Lizard diz:

            Os Khmer Vermelhos também se viam como “exército de libertação nacional”. E “libertaram” milhões dos seus compatriotas.

          • Renato Teixeira diz:

            Auto-estima todos têm. O pior é o resto.

Os comentários estão fechados.