O Câmara Corporativa está a ter dificuldades em fazer oposição.

Se assim não fosse, ao invés da inquietação com o facto de um comunista ortodoxo se juntar à teia de interesses que vai procurar deixar claro que o Pacheco Pereira se transformou no fiel de armazém do cavaquismo, estaria a reclamar contra o orçamento rectificativo de Paulo Portas, Passos Coelho e de António José Seguro.

Ver o PS a votar a favor do orçamento rectificativo, não é mais ou menos a mesma coisa do que ver o PS a votar a favor da sua própria incompetência?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

3 respostas a O Câmara Corporativa está a ter dificuldades em fazer oposição.

  1. Picamiolos diz:

    Temos que louvar a coerência do PS !
    Mudam as moscas mas a m…….. não varia………

  2. LAM diz:

    Não é incompetência, é irrelevância. Não fora os episódios de delito comum protagonizados por largos nomes socratistas, nem havia razão para a coisa ps ser notícia.

  3. Bolota diz:

    Oposição como se são farinha do mesmo saco??
    Renato,

    Neste momento estamos entregues a betinhos e não se veslumbra no horizonte mais proximos um politico que faça juz a esse nome, é tudo bonecos teimosos, mas que vão levando a agua ao seu moinho que é o mesmo de meter o dedo bem fundo na verilha do povão sem que este esboce um pequeno esgar de dor.

    Isto tem um nome, corno manso.

    Abraços

Os comentários estão fechados.