“A monarquia é uma coisa supérflua, uma corja de ricos, uma elite inócua de gente feia.”

Nuno Resende queria fazer uma posta sobre a monarquia e acabou a escrever sobre o 5dias. Não está mal. Sobre a corte aproveita-se uma frase que, naturalmente, nos é atribuída. Não anda por aí ninguém a querer refundar a Carbonária?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

15 respostas a “A monarquia é uma coisa supérflua, uma corja de ricos, uma elite inócua de gente feia.”

  1. Pascoal diz:

    Aquele gajo mascarado de bispo, atrás da Camela, é o António Costa?

  2. Helena Borges diz:

    “Se eu não posso ser rei, porque é que alguém deve sê-lo?” E, pronto, o Nuno Resende descobriu a careca aos republicanos, são uns invejosos. Discussão seríssima, depois da chalaça sobre a cabeça para a frente e para trás.

    • Renato Teixeira diz:

      Ele queria dizer catatónico mas como não sabia descreveu o processo. Grandioso.

      • Helena Borges diz:

        Que a inveja é um argumento arrasador, é. Já expulsou muitos concorrentes do Big Brother e, agora, vira-se contra a República. Tenhamos medo, muito medo! Até porque o axioma do último parágrafo – “é, porque é” – refuta a tese de qualquer republicano invejoso.

        • Renato Teixeira diz:

          Nem sei o que nos segura. Os serões de bridge no Palácio de Buckingham e os encontros na Jordânia são o sonho de qualquer republicano.

  3. a anarca diz:

    Em ficção gosto da rainha “The Uncommon Reader” descrita pelo Alan Bennett.

  4. Pisca diz:

    Ficou escamado comigo quanto questionei o direito de sucessão e poder via espermatezoide

  5. Tomás Guevara diz:

    Confesso que não percebo bem a sinalética e alguma da linguagem codificada de muitos dos que escrevem em blogs,se bem que esta tenha a vantagem de abrir janelas na paisagem

    Mas também não tenho paciência para esta do dar recados e do ajustar de contas por interpostos comentários

    Este tipo nuno resende é um idiota!

  6. m diz:

    ok. serão porcos feios e maus , mas os presidentes de república tb. e de todos modos faz mais sentido rei na aberração estado nação. ao fim e ao cabo nasceu às mãos do rei. e… .acham mesmo que a bélgica se aguentava um ano sem governo se não tivesse rei?
    por outro lado , na república parece que tb há cenas de hereditariedade ou isto não está tudo na mão das mesmas famiglias ? e com óvulos e espermatozoides da pior espécie?
    a mim tanto me dava uns como os outros , tomara que desaparecessem todos , mas já que tenho de viver com esses cromos num território à maneira deles , em termos de balanço custos beneficios , penso que a opção monarquia é mais sensata : mais barata e maior estabilidade. e nunca teríamos de gramar o cavaco e , quem sabe , cruzes , canhoto ,? o socrates de PR que ele há para lá umas cenas na lei das monarquias que permitem por atrasados de fora.
    e já não há políticos sexy , nem à esquerda nem à direita , desde que a política é inteirinha de machos beta e de aproximações a mulheres. agora de repente lembrei-me do mel em braveheart. que saudades dos alfas , coño. e a falta que faz a etnobiologia a coordenar as cenas.

  7. Tomás Guevara diz:

    m
    não cola muito bem este discurso
    ..”.nasceu às mãos de rei”?…tem a certeza?
    …a bélgica não se aguentava 1 ano sem governo!……e? é por causa do rei que a bélgica já encontrou alguma saída?Se não houvesse rei não existiria a bélgica?nunca teria existido ou já não existia?Isso não são sonhos reais a mais?O rei como uma espécie de super-cuspo a tentar aguentar os cacos dispersos?mas ainda há quem acredite nisso?
    …As cenas de hereditariedade também as há nas famílias republicanas……e?Isso é argumento?É que nas monarquias só há cenas de hereditariedade…
    …”uma questão de custos-benefícios”..essa é a pior.Desde quando é que isso é um dogma?Já nem questiono essa taradice de se ver tudo pelo prisma do cacau.Resquícios do tempo em que vivemos?
    ..”mais sensata,mais barata”..por sensatez entende-se o quê?Não levantar ondas?Ser como uma espécie de rainha de inglaterra,detentora de uma das maiores fortunas do mundo?Não agir como o fez o presidente da Islândia que teve a coragem e o mérito de levar a referendo uma lei que hipotecava o país?
    …”nunca teríamos que gramar o cavaco ou sócrates”..isso é para dizer o quê?Que desresponsabilizávamos as pessoas que votaram em cavaco e assim poderíamos dizer que fora um desígnio divino? Iriamos para a cama todos contentes,sem ao menos podermos desancar verbalmente em quem votara em tal coisa após a aprovação do acordo com a troika?Ou suportaríamos alegremente um rei como o rei inglês eduardo VIII e as suas simpatias pro-nazis?
    …”quanto às cenas…é preferível fazê-las …

  8. Pingback: Escolhidos por nós, por Deus ou pela consanguinidade? Que revolução fez o povo em nome do Rei? | cinco dias

  9. helena marques diz:

    A República é muito mais corja, corrupta e feia, em todos os sentidos. A Casa Real Espanhola gasta menos 2/3 da presidência Portuguesa e Buckigham, gasta menos uns 50%.
    Entretanto, os carreristas na República, sobretudo nesta III República, dão-se bem e vão enriquecendo, como todos sabemos, e alguns políticos, quase todos, são eternos: Repare-se em Cavaco Silva há mais de trinta anos em cargos políticos.

    • spitfire diz:

      Esta gente republicana carreirista te sempre o sonho subliminar de um dia ser presidente, aliás alguns dizem que são republicanos porque podem ser “presidentes” … como se o mundo fosse honesto e inocente e todos tivessem a mesma igualdade, mas adiante …
      As pessoas felizmente já começam a ver com os próprios olhos, mesmo os republicanos mais “ferranhos” quando são confrontados com o paradoxo republicano e quando já não têm meios de argumentação dizem que “são porque são” … sem defesa possível. As pessoas já viram que a Monarquia é tão superfula que é mais barata, e quando apontam que Isabel II é das mais caras da Europa esquecem-se que ela também é Chefe de Estado da : Austrália, Nova Zelândia, Canadá,etc … e da CommonWealth. Mesmo assim o custo percápita fica mais barato do que o Cavaco em Portugal.

      Mas agora vamos directamente a casos práticos deixando o glamour, vamos o nosso bolso ! :

      – Um Rei ou Rainha numa Monarquia Constitucional pode ser destituído pelo Parlamento se este achar que não tem condições para reinar, no caso da Constituição Republicana Portuguesa o Presidente só pode ser destituido se for provado que cometeu Crime … se for maluco ou doente fica lá na mesma

      – Não há limite de idade para um Rei assim como não há limite de idade para um Presidente da República.

      – Um Presidente pode demitir um Primeiro Ministro (Bomba Atómica) o mesmo não acontece com qualquer Rei na Europa

      – Excepto Eanes mais nenhum Presidente foi independente, todos vieram de passados políticos, logo alguém vai acreditar no Árbitro do Jogo FCP-SLB se ele for de uma das equipas desde “pequenino” ?

  10. Pingback: Gente republicana carreirista … empregados a “dias” do regime « Causa Monárquica

Os comentários estão fechados.