Escolhe-me a mim! Escolhe-me a mim! Oh Passos… Escolhe-me a mim!

Pacheco Pereira está danado por não fazer parte do governo, por não ter sido convidado para assessor ou conselheiro ou pelo seu rating como blogger andar mais baixo do que a dívida dos países periféricos?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

21 respostas a Escolhe-me a mim! Escolhe-me a mim! Oh Passos… Escolhe-me a mim!

  1. Antónimo diz:

    mas não tem ele razão?

    • Renato Teixeira diz:

      Razão, quando se trata do Pacheco Pereira, é algo muito relativo. Sinceramente não percebo a escandaleira. Há um governo novo que se rodeia de novos compinchas. Houve algum que fez de outra maneira? Lendo esta posta do PP só se sente o cotovelo.

      • rg diz:

        Sim, até porque um dos referenciados em particular – O Adelino Cunha – é autor de uma biografia mais ou menos autorizada de Álvaro Cunhal, honra que ao próprio não foi concedida. Pura dor de cotovelo!

  2. Nascimento diz:

    Não há mais lugares a vice presidente da CGD?Com esforçozinho a coisa arranja-se…
    Já lá está “o gelatina”….por isso é que ele não queria ser ministro.Quanto ao “camarada” Pacheco ,até ao final do ano….não?

  3. Pedro M. diz:

    Mas se o que ele diz é verdade, não devia ser isso mais preocupante? E neste post, sente-se o quê?

  4. Antónimo diz:

    sim. razão e pacheco pereira soam um bocado a binómio fantástico, mas quando refere vários dos jornalistas não deixa de ser verdade que estamos na presença de comissários políticos.

    por acaso duvido que jpp queira ir para o Governo. teria de trabalhar

  5. Queria milagres, esse JPP. Então, quando foi do pedantismo da citação da “Fenomenologia do Ser” de Sartre, fartou-se de criticar o PPC, e agora queria um tacho de bandeja?..
    Toda a gente sabe que, nos meandros da política rasteira, é a mais absoluta fidelidade ao chefe que serve como critério.

  6. Manuel Sousa diz:

    Calma Renato, pq antes de si ainda está o Santana Carrilho.

  7. Independentemente da visível “dor de corno” de PP, são verdades como facas. Tanto que já provocou “14 postas sem tirar fora” do 31 da palhaçada. A oeiras school of economics também já reagiu, e o albergue transformou-se em casa de putas caras (ANL). O que eu gosto disto!!!

  8. a anarca diz:

    Todos uns pobres pachecos …
    A boa noticia é que a blogo é a nova páginas amarelas …

    LOL

  9. a anarca diz:

    E a Filipa Martins onde está ???
    O joão Gonçalves merece 🙂 ou o blog não se chamaria como se chama LOL

  10. Pacheco Pereira diz:

    Vá gozar com outro.

    • Renato Teixeira diz:

      Quero é ir passar um fim de semana ao Alentejo e não há maneira de me orientar!!

      • Pedro Lopes diz:

        Caríssimos,
        Como será possível que os país evolua quanto temos estes tradicionais da política que até agora só conseguiram trazer desgraça ao país a questionar/criticar membros independentes do governo.
        Do que será que estes senhores têm medo?
        No entanto existe umas coisas que se chamam cotoveleiras alivia a dor e agora até está na moda.

  11. Pingback: ENTRISMO IPSUM SUI GENERIS – Entre o autoritatismo e a complacência | cinco dias

  12. Pingback: ENTRISMO IPSUM SUI GENERIS – Entre o autoritatismo e a complacência, uma biografia indispensável. | cinco dias

  13. Eu sei a razão por que PP não foi convidado para nenhum desses lugares, de ministroa assessor de porteiro a presidente da CGD: é que ele étão contra benesses e mordomias, que ia nomear 5 motoristas, 10 secretárias, 7 roupeiros, 12 telefonistas, etc., etc. e mesmo num governo de mordomos ao serviço da banca, seria necessário vário muito espaço para estacionamento. PP não compreende? E por que razão havia de compreender?

Os comentários estão fechados.