Ataque à Moody’s bem sucedido

www.moodys.com

Ataca também aqui e aqui.

Como a Moodys’s bloqueou os IP’s portugueses instala isto para disfarçares o teu.

Mais informações no Facebook



Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

18 Responses to Ataque à Moody’s bem sucedido

  1. Padrão & Pobres diz:

    É necessário fazer o mesmo efeito contágio às outras rattings, mandar abaixo os sites da Fitch e Standard & Poors

    • Renato Teixeira diz:

      Siga. Se com umas centenas de cliques estes senhores ficam sem web começo a perder o cepticismo. Viva os Hackers!

  2. Pingback: -3.81% | cinco dias

  3. Y diz:

    É muito simples.
    As Agências de Rating retiraram tudo o que é de interesse da net.
    Tudo. Compram 200 gulf stream e deslocam os managers por todo o globo.
    Os hackers ficam em casa a olhar para os ecrans, a comer bolinhos e a contribuir para o grave problema da obesidade em território nacional. 🙂

  4. Y diz:

    ficar sem web.
    a bourgeois tragedy.
    lol
    Hackers of the world, Unite!!

    The New Mantra!!
    Fotografia na Life e tudo.
    Este blog é uma caixinha de surpresas.

  5. maria diz:

    Infelizmente continua a funcionar perfeitamente neste endereço http://ir.moodys.com/
    🙁

  6. Mike diz:

    Qual a razão de se proceder a um ataque informático às agências de rating????
    Será que é para chorar por dores alheias? então o cavaco diz que eles são maus e aqui o people vai atrás dele? homessa!!!!

    Ataque informático contra o FMI, o BM, o BCE, a UE, o BP, isso sim…. Agora contra as agências de rating???? contra um dos elementos que está e vai continuar a foder a economia capitalista??? Tomar o partido numa guerra entre as potências imperialistas do nosso tempo???

    Será nacional-chauvinismo???

    • Renato Teixeira diz:

      É mais ou menos isso, mas com conta, peso e medida.

      • Mike diz:

        hã pronto, desculpa… não tinha percebido que não queres conversa…

        • Renato Teixeira diz:

          Quero pois. Veja como a Raquel começa a perceber onde quero chegar. http://5dias.net/2011/07/11/nacionalismo-o-pesadelo/

          É evidente que este sobressalto contra a Moody’s desfoca a clareza como as pessoas interpretam a crise, em particular os seus verdadeiros responsáveis, mas no actual contexto há que tomar o pulso a todo e qualquer sobressalto com estas características. Não vejo que se possa influir na natureza da indignação sem nos indignarmos com ela. É mais fácil que as pessoas percebam que os responsáveis da crise estão além da montanha das agências de rating depois de chegarem ao seu cume. Não lhe parece?

          • Mike diz:

            Li a Raquel, e percebi o contrário do que tu disseste de início… Ela também coloca e bem a questão do nacionalismo bacoco que esta atitude (ataque às agências a pedido do cavaco) levanta…

            E não, não acho que só por fazerem barulho eu tenha de “no actual contexto… tomar o pulso a todo e qualquer sobressalto com estas características”. Isto é precisamente o que os capitalistas querem. Que embarques ao lado deles nas suas guerras de poder. Que não olhando para a floresta combatas a árvore, precisamente o contrário do que defendes ao dizer: “É mais fácil que as pessoas percebam que os responsáveis da crise estão além da montanha das agências de rating depois de chegarem ao seu cume”

  7. lu diz:

    -3.8 ??? terá sido por causa do ataque ‘???

    então estes também devem ter sido… santa ingenuidade!
    , Atenas caía 3,30%, Milão perdia 3,22%, Madrid cedia 2,85%, Paris recuava 2,09%, Frankfurt deslizava 2,03% e Londres caía 1,80%.

    Com todas as cotadas do PSI-20 a ceder mais de 1%, as acções mais castigadas eram as da Jerónimo Martins (-6,31%), BES (-6,06%) e BCP (-5,98%).

    Entre os pesos pesados, para além do BCP, a PT recuava 3,76%, a EDP perdia 3,45% e a Galp caía 2,31%.

    • Renato Teixeira diz:

      O rating das acções anda pelas ruas da amargura e naturalmente que a queda generalizada de hoje tem razões bem mais profundas. No entanto, a capacidade, relativamente inovadora, de redes de cibernautas sem grande ligação entre si, condicionarem algumas das principais instituições do sistema financeiro, parece-me um dado digno do mínimo de entusiasmo. Imagine isso contra a NATO nas vésperas de uma grande operação militar? Ou permanentemente contra o FMI ou o BM? Ou um determinado momento por esta ou aquela medida mais violenta? Ou a uma instituição bancária fraudulenta?

  8. Pingback: A nossa dívida deve ir para o lixo, naturalmente, assim como a Moody’s, o BM, o BCE, o FMI e os restantes tentáculos da sua ordem mundial. | cinco dias

  9. -pirata-vermelho- diz:

    Reparou que os jornais e as TVs nada disseram?

    Notável… não é?

  10. -pirata-vermelho- diz:

    É preciso ter cuidado com o program Expat Shield (para mascarar o IP) porque tem ‘cargas indesejáveis’ – estude-o antes de instalar.

Os comentários estão fechados.