Declaração

Foto roubada à Leonor

Éric Toussaint, do Comité para a Anulação da Dívida do Terceiro Mundo, foi o convidado deste seminário e coube-lhe fazer o encerramento da iniciativa, com comentários ao debate entre economistas. Para o activista belga, “se os credores não são confrontados com uma posição de força, não vão negociar nada”, pelo que há que preparar esse terreno de intervenção na esquerda política e social. Toussaint referiu-se ainda a outra questão abordada durante este encontro, sobre a suspensão ou não do pagamento da dívida, defendendo o ponto de vista de que se deve “suspender o pagamento antes de começar a auditoria”.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to Declaração

Os comentários estão fechados.