Primeiro a esquerda era o Bloco, agora a esquerda sou eu!*

“Sim, hoje sou eu que encho o peito e digo: eles [PCP e BE] não são de esquerda.”

Rui Tavares, um dos carrascos do povo líbio, não deixa margem para dúvidas. O PS é analisado em conjunto com o BE e o PCP, numa tentativa quase despótica de querer manter o PS num campo ao qual deixou de pertencer há muito tempo. Tavares, incapaz de demonstrar que a esquerda ainda passaria pelo PS muda de táctica e afirma que nem BE nem PCP fazem parte da tal fraternidade. Em mais uma tentativa de fazer um balanço sério das eleições continuamos a ver quem esteja convencido que o colapso do sol só acontece com os reis. Nem só do democrático vive o anarquismo régio.

*título inspirado num desabafo do Tiago Mota Saraiva, no Facebook.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

30 Responses to Primeiro a esquerda era o Bloco, agora a esquerda sou eu!*

  1. Pingback: Ironia da história « O Insurgente

  2. Pingback: O assento é seu, seu, seu | cinco dias

Os comentários estão fechados.