Para defender a sua linha movimentista Neves pode citar Negri, Bernstein, Rancière, Kautsky ou Foucault, Rosa não. Para dizer adeus a Lenine não pode valer tudo. E a história, pá?

Bernstein: “Tudo está no movimento, nada se encontra no objectivo final”.

Rosa Luxemburgo: “Tudo reside no objectivo final, nada existe no movimento”.

Liebknecht: “O essencial é o objectivo final, mas é necessário o movimento para se aproximar do objectivo”.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.