Construam-se portas grandes para os ricos nos Hospitais Públicos (e, já agora, portas mais pequenas para os pobrezinhos)

No Albergue Espanhol, Francisca Prieto é da opinião de que, por ser rica, devia poder entrar num hospital público pela porta grande, já que paga muitos impostos para que esse hospital público funcione.
Suponho que, ao invés, os pobres devam entrar nesse hospital pela porta pequena, já que nem impostos pagam, esses parasitas.
Tinha muito mais a dizer sobre esta forma de ver a sociedade. A consideração que tenho por algumas das pessoas que escrevem nesse blogue, sobretudo o meu Fernando Moreira de Sá e o nosso António Figueira, impede-me de o fazer.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

18 Responses to Construam-se portas grandes para os ricos nos Hospitais Públicos (e, já agora, portas mais pequenas para os pobrezinhos)

Os comentários estão fechados.