A importância do tacho na vida de dois pavões

Eduardo Catroga e Teixeira dos Santos são personagens muito semelhantes.
Como ministros das finanças foram ambos desastrosos. Às políticas ruinosas (é bom recordar que Teixeira dos Santos foi consecutivamente identificado pelo Financial Times como o pior ministro das finanças da Europa) junta-se uma insustentável propensão para declarar disparates, sempre que cometem a imprudência de enunciar o que pensam.
Encostados em percursos profissionais relativamente modestos, rico em nomeações e pobre em matérias de interesse público ou repercussão científica e académica, Catroga e Teixeira dos Santos, sentem-se inchados sempre que se posicionam diante de um microfone. Ambos salivam por mais poder regozijando-se ininterruptamente pelos efeitos das suas decisões e dos seus pensamentos, ainda que desastrosas.
Estabelecendo um paralelo, as suas indigitações são tão sábias quanto seria uma eventual nomeação de Otelo Saraiva de Carvalho para Ministro da Defesa de um governo de esquerda.
Parece que não nos basta sofrer com os ditames do capitalismo, mas também temos de levar com os seus piores executores.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to A importância do tacho na vida de dois pavões

  1. Augusto diz:

    Não tem relevância ou talvez sim….

    O debate entre Louçã e Jeronimo foi seguido por 894.000 espectadores

    O debate entre Passos e Portas foi seguido por 887.000 espectadores.

    Que conclusão a tirar….

  2. am diz:

    fracas passarinhas
    dois que nem para perdizes

  3. Tiago Mota Saraiva diz:

    Não serão aprovados neste post comentários que visem outros autores do 5dias e que nada têm a ver com o presente escrito.

  4. O Exilado diz:

    O que vale é que são duas criaturas perfeitamente atípicas dentro do regime que temos…

  5. Diogo diz:

    Para mais, Catroga continua a cuspir pêlos públicos pela boca…

  6. LAM diz:

    Mas nesse bichedo de capoeira, ou de jardim, não há quem bata o Nogueira Leite.
    Raispartaofdp, pensei que já não houvesse gente com tanta plumagem.

  7. Leo diz:

    O problema são as políticas neo-liberais e quem tem governado tem sido PS, PSD e CDS. Sempre com políticas neo-liberais.

Os comentários estão fechados.