Bardamerda o FMI

PS, PSD e CDS já têm programa de governo mas desengane-se quem acha que o seu conteúdo é aquele que foi apresentado ontem pelo candidato a primeiro-ministro José Sócrates. Em abono da verdade, Sócrates, Coelho e Portas só saberão o que irão defender amanhã, depois do FMI informar o governo demissionário do que irá aplicar o vindouro. Na cadeia de comando definida e durante o fim-de-semana o Pedro Silva Pereira notificará o PSD e o CDS, sendo que até ao dia 4 de Maio os restantes eleitores serão informados da escolha que não vão ter no dia 5 de Junho, nem, pelo menos, nos três anos seguintes.

Nesta versão radical-dominical da democracia, a direita prepara-se para continuar no poder, a esquerda não se entende com um programa mínimo que expresse o que se andou a lutar nas ruas e o povo, mesmo farto do destino do fado, dificilmente terá outro remédio:

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Bardamerda o FMI

Os comentários estão fechados.