José Manuel Fernandes e a «Legenda»

José Manuel Fernandes publicou ontem um texto onde lamenta que na entrevista que me fizeram no Púbico, a propósito da publicação do meu livro História do PCP na Revolução dos Cravos, não tenham posto uma legenda onde faziam a minha ficha política. Quem sabe uma estrela vermelha de 5 pontas no canto da fotografia.

José Manuel Fernandes lamenta assim que, desde que saiu do Público, os entrevistados não têm que responder à seguinte pergunta: «Antes desta entrevista diga por favor se tem ou já teve ou pretende ter alguma relação com comunistas?».

Às jornalistas que me entrevistaram nas últimas semanas, e me pediram o curriculum académico, na Antena 1, no Público, no Jornal de Letras, fica o recado – Era a ficha política!

Ao José Manuel Fernandes deixo o meu CV. Saudações!

CV Raquel Varela

Ano
Year
Grau académico
Academic degree
Instituição
Institution
Classificação
Classification
2010 PhD Fundação para a Ciência e Tecnologia/ISCTE Distinção e louvor
2006 Post-graduation Faculdade de Ciências Sociais e HumanasUniversidade Nova de Lisboa 17- Dezassete valores
2005 Graduation Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa 17 – Dezassete valores
De 1997 a 2000 Estudante de Direito – Law Student Faculdade Direito Universidade Coimbra  

 

Posição Actual/Actual Position

 

  • 2010 – Co-coordinator of the international project In the Same Boat? Shipbuilding and ship repair workers around the World (1950-2010). International Institute for Social History.
  • 16-20 March 2011 – Coordenadora Geral do Colóquio Internacional Greves e Conflitos Sociais no Século XX
  • 2010 – Coordenadora do Grupo de Estudos do Trabalho e dos Conflitos Sociais (IHC) (Coordinator of the Study Group on Labour and Social Conflicts)
  • 21-26 November 2010. Participante seleccionada da Masterclass de História Global do Trabalho por ocasião do 75º aniversário do Internacional Institute for Social History (Amsterdam) (cord. Prof. Jan Lucassen).
  • Setembro-Novembro 2010 – Formadora de Professores (Teaching experience). Curso «O Mundo entre Guerras», Associação Portuguesa de Professores de História.
  • 2010 Delegada do IHC na Conferência Internacional de Historiadores do Movimento Operário (ITH)
  • 2009 (…) Formador de História/História de Portugal – CCPFC/RFO – 27491/10
  • 2009 (…) Membro do Comité Preparatório da Conferência Internacional de Historiadores do Movimento Operário (ITH)
  • 2009 (…) Membro da Asociacíon Historiadores del Presente 
  • 2010 Comissão Científica do Colóquio Internacional Greves e Conflitos Sociais no Século XX
  • 2009 Comissão Científica do Colóquio Internacional O Fim das Ditaduras Ibéricas
  • 2009 Delegada do IHC na Conferência Internacional de Historiadores do Movimento Operário (ITH)
  • 2008 (…) Investigadora do Instituto de História Contemporânea /UNL
  • 2007 (…) Member of the Study Group on the Russian Revolution
  • 2006 (…) Member of the Mediterranean Studies Association

 

Livros (autor)
Books (author)

  • História do PCP na Revolução dos Cravos, Lisboa: Bertrand, 2011.
  • O Fim das Ditaduras Ibéricas. Lisboa: Edições Pluma, CEA, 2010 (cord. com Fernando Rosas e Encarnación Lemus)

 

 

Artigos em revistas nacionais  e internacionais com arbitragem científica
Papers in national and international periodicals with referees

 

  • «The Portuguese Communist Party». In Twentieth Century Communism. London: Lawrence & Wishart (para publicar no Issue nº 3, sping 2011).
  • «A revolução Portuguesa de 1974-1975 e o seu impacto na transição Espanhola para a democracia vista através da imprensa clandestina espanhola». In Revista Espacio, Tiempo y Forma, Madrid: UNED, 2010.
  • «Conflicto o cohesión social? Apuntes sobre historia y memoria de la Revolución de los Claveles (1974-1975), Historia del Presente, Madrid: Eneida, nº 16, 2010/2, 2ª época, pp 63-76.
  • «Cunhal não foi Carrillo? Estratégia e Táctica do Partido Comunista Português durante a revolução dos cravos (1974-1975)». In Hispânia, Revista do CSIC, Instituto de História (para publicação no final de 2010).
  • «Valério Arcary, O Encontro da Revolução com a História». In Outubro. São Paulo: IES, nº 17, 2009.
  • «O PSOE e a Revolução Portuguesa». In Ler História. Lisboa: ISCTE, nº 57, 2009, pp. 111-124.
  • «Valério Arcary, As Esquinas Perigosas da História. Situações Revolucionárias em Perspectiva Marxista». in Revolutionary Russia. Aberdeen: Routledge, Vol 21, June 2008, number 1. 
  • «O 25 de Abril, a Espanha e a História». In Análise Social. Lisboa: ICS, VOL. XLI, 4º Trimestre de 2006, pp. 1231-1240.

 

 

 

Capítulos de livros
Chapters in books

  • «O PCP, a Intersindical e as Comissões de Trabalhadores». In VARELA, Raquel, ROSAS, Fernando, LEMUS, Encarnación (Coord.). O Fim das Ditaduras Ibéricas: Sevilha-Lisboa, CEA-Edições Pluma, 2010.
  • «Na Revolução: Conflitos Sociais na Revolução Portuguesa (1974-75)» In QUIROZA-CHEYROUZE, Rafael (Coord.). La Transicion y los Movimientos Sociales. Madrid: Biblioteca Nueva, 2010.
  • «Strikes in different regimes:  dictatorship, revolution and liberal democracy. Portugal 1968-2000». In Van der VELDEN (Org). Strikes Around the World. (para publicação)
  • «Die KP Portugals in der “Nelkenrevolution” von 1974», In BIRKE, Peter (org). Alte Linke – neue Linke. Die “globale Revolution” der 1968er Jahre in der Bundesrepublik und im transnationalen Vergleich, Berlin: Dietz-Verlag, 2009.
  • «Brasil: Descobrimento e Colonização da América Portuguesa» in Grande Atlas Histórico do Planeta. Lisboa: Planeta D’Agostini, 2006.
  • «Portugal no Século XX: da Queda da Monarquia à Queda da Ditadura», in Grande Atlas Histórico do Planeta. Lisboa: Planeta D’Agostini, 2006. 
  • «O Assassínio de Amílcar Cabral. Silêncios Pouco Inocentes» in Factos Desconhecidos da História de Portugal. Lisboa: Selecções do Reader’s Digest, 2004.
  • «O Fim das Ditaduras na Europa do Sul», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. vol. 30 (1974), 2008.
  • «O assassínio de Amílcar Cabral», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. vol. 29 (1973), 2008.
  • «Atentado Mortal Contra o Regime de Franco», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. vol. 29 (1973), 2008.
  • «Salvador Allende é Eleito Presidente», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 26 (1970), 2008.
  • «O Julgamento da ETA Volta-se Contra Franco», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 26 (1970), 2008.
  • «Espanha: o Franquismo Começa a Afundar-se», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 25 (1969), 2008.
  • «Irlanda do Norte à Beira da Guerra Civil», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 25 (1969), 2008.
  • «Espanha Inaugura Central Nuclear no Tejo», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 24 (1968), 2008.
  • «Em Espanha Sopram Ventos Adversos», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 23 (1967), 2008.
  • «Guerra no Biafra: um Milhão de Mortos», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 23 (1967), 2008.
  • «Na Indonésia, um Banho de Sangue», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 22 (1966), 2008.
  • «O Oriente é Vermelho», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 22 (1966), 2008.
  • «Mobutu Apodera-se do Congo», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 21 (1965), 2008.
  • «O Rumo à Vitória de Álvaro Cunhal», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 21 (1965), 2008.
  • «Cinquenta Mortos no Cais do Sodré», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 20 (1963-64), 2008.
  • «Nasce a Organização de Libertação da Palestina», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 20 (1963-64), 2008.
  • «Um Crime que abalou a América», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 20 (1963-64), 2008.
  • «O Mundo à Beira do Conflito Nuclear», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 19 (1962), 2008.
  • «O Assalto ao paquete Santa Maria», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 18 (1961), 2008.
  • «O forte de São Baptista de Ajudá», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 18 (1961), 2008.
  • «Guerra Fria na Terra e no Espaço», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 18 (1961), 2008.
  • «Espanha Começa a romper com o Atraso», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 17 (1960), 2008.
  • «Kennedy Vence Nixon na Recta Final», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 17 (1960), 2008.
  • «País Basco: Nasce a ETA», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 16 (1959), 2008.
  • «Morreu o Papa, Viva o Papa», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 15 (1958), 2008.
  • «Espanha e França Combatem em Marrocos», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 14 (1957), 2008.
  • «Marrocos Conquista a sua Independência», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 13 (1956), 2008.
  • «O Presidente da República visista Moçambique», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 13 (1956), 2008.
  • «Varsóvia, Bandung: alinhados e desalinhados»», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 12 (1955), 2008.
  • «Espanha exige a devolução de Gibraltar», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 11 (1954), 2008.
  • «Isabel II sobe ao trono de Inglaterra», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 10 (1952-1953), 2008.
  • «A morte do marechal Carmona», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 9 (1951), 2008.
  • «Egas Moniz recebe o Nobel Da Medicina», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 8 (1949-50), 2008.
  • «Uma nação dividida: RFA e RDA», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 8 (1949-50), 2008.
  • «A guerra-fria começa Quente». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, vol. 7 (1946-1948), 2008.
  • «A renovação do Pacto Ibérico». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 7 (1946-1948) 2008.
  • «Hiroxima Transformada numa Montanha de Fumo». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 6 (1943-1945), 2008.
  • «É inaugurado o Estádio Nacional». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 6 (1943-1945), 2008.
  • «Portugal e a Santa Sé assinam a Concordata». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 5 (1940-1942), 2008.
  • «A grande Exposição do Mundo Português». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 5 (1940-1942), 2008.
  • «O primeiro grande teste à União Nacional». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 3 (1934-1935), 2008.
  • «Espanha, 1933. Nuvens de tempestade». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, vol. 2 (1933), 2008.
  • «Falar e Fugir». In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol 1 (1926-1932), 2008.
  • «Nasce a CECA, precursora da União Europeia», In Os Anos de Salazar. Lisboa: Editora Planeta de Agostini, Vol. 9 (1951-1952), 2008.

 

 

Publicações em actas de encontros científicos
Papers in conference proceedings

 

  • «El «Eurocomunismo» de Santiago Carrillo y la «revolución democrática y nacional» de Álvaro Cunhal. In: NAVAJAS, Carlos, ITURRIAGA, Diego, Novísima, II Congreso Internacional de Historia de Nuestro Tiempo, Ediciones Universidad de la Rioja, 2010, pp. 81-96.
  • «Os Movimentos Sociais na Revolução Portuguesa». IV Congreso Internacional Historia de la Transición en España. Sociedad y Movimientos Sociales. In QUIROZA, Rafael, Fernández, Mónica, (eds), Actas do IV Congreso Internacional Historia de la Transición en España, 2009, pp. 121-135.
  • «El Socialista e Mundo Obrero: A revolução Portuguesa de 1974-1975 e o seu impacto na transição Espanhola para a democracia vista através dos jornais», Actas do III Congreso Internacional “Historia de la Transición en España”, El papel de los medios de comunicación, 26-30 de Noviembre de 2007.
  • ·          «The Portuguese Communist Party in the Carnation Revolution: April 25, 1974 to July 18, 1974«. In the VII European Social Science History Conference, Lisbon, 29th February 2008:  https://collab.iisg.nl/c/document_library/get_file?p_l_id=14945&folderId=20496&name=DLFE-1624.doc
  • «“Keeping up with the Jones”». O Impacto da Revolução Portuguesa na Transição Espanhola, visto pela Imprensa do País Vizinho». Comunicação escrita, I Congresso da Democracia Portuguesa, Lisboa, 2004.

 

Outras publicações
Other publications

 

  • «Quando os soldados não obedecem… Oficiais, Soldados e Trabalhadores na Revolução dos Cravos (1974-75)», História e Luta de Classes, Ano 6, Nº 10.
  • «Who is the Working Class». On Workers of the World by Marcel van der Linden, Sozial. Geschite online. Heft 4/2010. http://duepublico.uni-duisburg-essen.de/servlets/DocumentServlet?id=23719
  • «Officerare pa Flikt – Portugisiska officerare deserterade fran Salazars armé till Sverige 1970-1974». In Arbetarhistoria º 133, Argang 34, pp. 24-30.
  • «The Role of the Communist Portuguese Party in the Portuguese of 25 April 1974 to 25 November 1975». Research Projects and Dissertations – Work in Progress. In BAYERLEIN, Bernhard, ALBERT, Gleb (eds). The International Newsletter of Communist Studies Online XV (2009), no. 22 http://newsletter.icsap.eu/
  • «Der Kampf der Lehrer in Portugal». In Analyse & Kritik, nº 529, Jahrgang 36.
  • «História da Revolução Russa de Leon Trostsky». História, Lisboa, Novembro, 2007.
  • «Esquinas Perigosas da História». História, Julho, 2007
  • «Almas Mortas de Nicolau Gogol». In História, nº90, Outubro 2006.
  • «De Lisboa a Moncloa: A Revolução de Abril e a Transição Espanhola». In História, nº82, Dezembro 2005.
  • «Continuidades entre os Impérios Otomano e Europeus». In História, n.º 63, Fevereiro 2004
  • «A Guerra Colonial Começa em Angola». In Um Ano para Recordar, Lisboa, Altaya, 2004

 

Comunicações
Communications

  • «PCP, Estado e Controle Operário», Lenine e o Leninismo em Portugal, 2 de Abril de 2011, Museu República e Resistência.
  • «Greves na Revolução dos Cravos». Colóquio Internacional Greves e Conflitos Sociais no Século XX, 16-20 Março 2011, UNL, Lisboa.
  • «Labour Unrest in the Long 1980s: a crisis of one world or two?», (with William Farrel, Paula Nabuco and Johanna Wolf) Masterclass Global Labour History (cord. Jan Lucassen), Internacional Institute for Social History, 21-26 November 2010
  • «O PCP e o V Governo», III Colóquio Os Comunistas em Portugal, Política Operária, Livraria Ler Devagar, 13-14 Novembro de 2010.
  • «Nationalizations: workers control or salvation of capitalism?». 8th European Social Science History Conference Ghent, Belgium April 2010.
  • «Movimentos Sociais Urbanos e Rurais». Seminário Internacional «Arquivo Edgard Leuenroth: História e Pesquisa». Unicamp, Brasil, 17-20 de Maio de 2010.
  • «O Verão Quente». Universidade de São Paulo, Cátedra Jaime Cortesão. 21 de Maio de 2010.
  • «Workers control and self-management in the Portuguese Revolution». In The Transition form Dictatorship to Democracy in Portugal, Spain and Greece. International Conference. Athens, Greece, 18-19 June 2010.
  • «O PCP entre o Verão Quente e o 25 de Novembro de 1975». In Seminários Revolução e Democracia, 9 de Fevereiro de 2010, Universidade Nova de Lisboa.
  • «La lucha de los obreros de astilleros durante la Revolución de los Claveles». Seminário Internacional Culturas del Trabajo: Astilleros, 14, 15 y 16 de Diciembre de 2009, Universidad de Oviedo.
  • «Os Movimentos Sociais na Revolução Portuguesa». IV Congreso Internacional Historia de la Transición en España. Sociedad y Movimientos Sociales, Almeria, 2-6 de Novembro de 2009.
  • «O PCP e a Unicidade Sindical». Colóquio Internacional O Fim das Ditaduras Ibéricas. Universidade Nova de Lisboa. 20-21 de Março de 2009.
  • «El «eurocmunismo» de Santiago Carrillo y la «revolución democrática y nacional» de Álvaro cunhal: la política de los partidos comunistas en el final de las dictaduras en la Península Ibérica, 1974-1978», Novísima. II Congreso Internacional de Historia de Nuestro Tiempo. Universidade de la Rioja, Logroño, 11-13 de Septiembre de 2008.
  • «O Partido Comunista Português e a Revolução de 25 de Abril de 1974», Palestra proferida na Universidade de São Paulo, Cátedra Jaime Cortesão, 5 de Agosto de 2008.
  • «PSOE e PCE, PS e PCP: as relações entre as quatro organizações políticas durante a revolução portuguesa e a transição espanhola», IV Congresso Associação Portuguesa Ciência Política, Fundação Calouste de Gulbenkian, 2-6 de Março de 2008.
  • «The Portuguese Communist Party in the Carnation Revolution: April 25, 1974 to July 18, 1974», VII European Social Science History Conference, Lisbon, 29th February 2008.
  • «História da Revolução Russa». Conversas com a História, Revista História, FNAC, 7 de Novembro de 2007.
  • «El Socialista e Mundo Obrero: A revolução Portuguesa de 1974-1975 e o seu impacto na transição Espanhola para a democracia vista através dos jornais», III Congreso Internacional “Historia de la Transición en España”, El papel de los médios de comunicación, 26-30 de Noviembre de 2007.
  • «The Portuguese revolution of 1974-75 and its impact on the Spanish transition to democracy through the eyes of the Spanish clandestine press, Mediterranean Studies Association 2007 Conference, Évora, Portugal May 30-June 2, 2007
  • «A revolução Portuguesa de 1974-1975 e o seu impacto na transição Espanhola para a democracia vista através da imprensa clandestina espanhola», Seminários de Investigação (ICS-UL e CEHCP-ISCTE) Portugal Contemporâneo: Política e Relações Internacionais, ISCTE, 5 de Junho de 2007.
  • A Comuna de Paris. Comunicação proferida aos alunos de História do Movimento Operário da Licenciatura de História Moderna e Contemporânea do ISCTE, Novembro de 2004.
  • O Liberalismo em Portugal: das invasões francesas à guerra civil (1793-1834), Comunicação proferida aos alunos da licenciatura de Sociologia e Planeamento do ISCTE, 22 de Fevereiro de 2006.
  • O Corporativismo. Comunicação oral proferida na licenciatura de História Moderna e Contemporânea do ISCTE, Fevereiro e Março de 2006.
  • O Império Colonial Português. Comunicação oral proferida na licenciatura de História Moderna e Contemporânea do ISCTE, Fevereiro e Março de 2006.
  • O regime do Estado Novo. Comunicação oral proferida na licenciatura de História Moderna e Contemporânea do ISCTE, Fevereiro e Março de 2006.
  • A Revolução Portuguesa. Comunicação oral proferida na licenciatura de História Moderna e Contemporânea do ISCTE, Fevereiro e Março de 2006.

 As Transições para a Democracia na Europa do Sul. Comunicação oral proferida na licenciatura de História Moderna e Contemporânea do ISCTE, Fevereiro e Março de 2006.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

24 Responses to José Manuel Fernandes e a «Legenda»

Os comentários estão fechados.