Ditadura Financeira

Futuro Governo sem margem para decidir medidas com impacte orçamental”, lê-se no Público. Segundo a notícia, “se as decisões tomadas para a Grécia se aplicarem em Portugal, o partido (ou os partidos) que sair vencedor das eleições de 5 de Junho passará os três anos seguintes subordinado às regras ditadas pela ‘troika'”. As decisões, a par da suspensão democrática, descrevem-se com a naturalidade do boletim meteorológico, dos feitos do futebol nacional na Liga Europa, do Festival de Cannes ou das novas tecnologias: “A equipa técnica deverá também propor a redução do período de duração e do valor dos subsídios de desemprego, e ainda a facilitação dos despedimentos dos trabalhadores com contratos por tempo indeterminado e a redução do valor das suas indemnizações”. Já estivemos mais longe de ter que regressar à clandestinidade.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

16 Responses to Ditadura Financeira

Os comentários estão fechados.