Internacionalismo africano

Após a violenta repressão da manifestação pela democracia realizada em Manzini passado dia 18, a COSATU (central sindical sul-africana) vai organizar no dia 12 uma marcha de trabalhadores pela Suazilândia dentro, em solidariedade com uma nova manifestação popular convocada para esse dia.

Ainda bem que não é para o Zimbabwe que os trabalhadores sul-africanos irão marchar, ou cá apareceriam os 3 ou 4 leitores do costume a chamar-lhes fantoches dos ingleses e a vociferar contra a ingerência nos assuntos internos de estados soberanos…

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

2 Responses to Internacionalismo africano

Os comentários estão fechados.