PREC À PORTER

No Egipto centenas marcham para romper o bloqueio a Gaza e no Bahrein cerca-se o palácio do rei.

Via Rubra: “PREC ÁRABE”
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

6 Responses to PREC À PORTER

  1. Há uma ‘coisa’ que têm que saber.
    Um caça-bombardeiro (desdes que o artilheiro tenha a pontaria afinada) dá cabo de um regimento em terra (um regimento são à volta de 700 homens/mulheres).
    Um navio (mesma pontaria, por favor) faz rigorosamente o mesmo, com um único míssil.
    Hoydia, tropas em terra, em não estando ‘neutralizadas’ as FA e a Marinha inimiga, significam pouco menos que nada, servem p’ra cavar pr’ós bosques, os que não tiverem sido atingidos.
    Por isso é que se fala de “Zona de Exclusão Aérea” lá para esse país Gaddafi-esco, o gaju tem a FA e os pilotos todos na palminha da mão, e com isso… pois, vai ser muito difícil.

    🙁

  2. Ah, e a minha clemência é nula.
    Meteste-te-te nesta merda (quero cá saber dos teus ‘motivos’) é p’ra matar ou morrer. Correu-te mal, adeus.
    Não ando aki p’ra sustentar ‘inimigos’.
    Temos pena, não temos pachôrra. Espero o mesmo.

  3. Ooopsps ignnorar/deletar r o comment anterior, não era pr’ráqui, e aqui não faz o menor sentido.
    Este também pode ir, por mim…
    Sorrry…

    🙁

  4. Justiniano diz:

    O Renato é um pandego!!

  5. a anarca diz:

    prec à porter é muito bem visto 🙂
    o kadafi é tudo uma questão de tempo …

  6. Justiniano diz:

    Renato, este meu anterior comentário não se refere, em especial, a este post mas, sim, à série!! Ou melhor, às séries!!

Os comentários estão fechados.