DOMINGOS CLANDESTINOS – A mulher na revolução

O programa foi emitido a propósito do dia da mulher, mas a homenagem foi feita às mulheres revolucionárias, às mulheres que não aceitam o papel subalterno do patriarcado alegro-republicano ou clérigo-cavaquista, às mulheres que assumem o seu papel na luta de classes lado a lado com qualquer homem emancipado. Das guerras do século XIX às sufragistas, da revolução russa à resistência anti-fascista em Portugal, percorremos algumas das heroínas que fizeram história. Antecipamos a partilha deste programa também em forma de tributo às mulheres que de Gaza a Beirute, de Tunes a Argel, de El Aaiún a Sana, têm feito a revolução que pode vir a ser bem mais amarga do que o Jasmim para o imperialismo e para as diferentes direcções da burguesia nacional árabe e magrebina. Depois da revolução democrática que avance a revolução do povo.

Descarregar aqui.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

19 Responses to DOMINGOS CLANDESTINOS – A mulher na revolução

  1. Pingback: Movimentos perpétuos do 25 Abril, de Novembro e agora também de Janeiro | cinco dias

Os comentários estão fechados.