Perder sem concorrer e ganhar sem vencer

Coelho ganhou no Funchal e quase ganhava na Madeira e provou que nem sempre quem tem mais eleitores ganha. Jardim viu o seu partido e o seu candidato somar mais votos, mas foi o grande derrotado da direita pneumática.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

6 Responses to Perder sem concorrer e ganhar sem vencer

  1. Pingback: O cartão foi amarelo, mas o Coelho tem toda a razão. | cinco dias

Os comentários estão fechados.