Abstenção – Não é só grande, é recorde. Cavaco foi eleito por menos de um quarto dos eleitores.

1976 – Ramalho Eanes – 24,5%

1980 – Ramalho Eanes – 15,6%

1986 – Mário Soares – 24,6%

1991 – Mário Soares – 37,8%

1996 – Jorge Sampaio – 33,7%

2001 – Jorge Sampaio – 50,3%

2006 – Cavaco Silva – 38,5%

2011 – Cavaco Silva – 52,5%

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Abstenção – Não é só grande, é recorde. Cavaco foi eleito por menos de um quarto dos eleitores.

Os comentários estão fechados.