Tentar derrotar Cavaco com Alegre é como tentar matar moscas com vinagre

Cartaz de campanha do Adeus Lenine para Blogue Revelação

Há caminhos assim, sinuosos. Uma das esquerdas que escolheu Alegre está a ter dias difíceis, ao contrário da outra como é evidente. Longe da popularidade das eleições onde concorreu contra o governo e contra o candidato do Partido Socialista (mais até do que contra Cavaco), Alegre nem sequer se revela um aliado para não complicar o que provavelmente já não se descomplica. Não bastava o candidato do Sócrates e do Louçã estar amarrado ao negócio que o impossibilita de criticar este governo, Alegre, qual cágado de costas ou gato de pantufas, a cada movimento prejudica a sua progressão. Quem achou que este poderia ser um Dom Sebastião para salvar o país do cavaquismo (pobres não percebem que sempre foi o PS a fazer mais pelo programa da direita do que o PSD; o caso BPN é só a excepção, da responsabilidade repartida, que confirma a regra, de que o PS tem mais mão no regime), tem agora como única saída a demonização de Cavaco. Longe dos tempos em que podia correr toda a gente à bastonada, Cavaco está convertido numa espécie de Rainha de Inglaterra, absolutamente inócuo com Sócrates ou com Passos Coelho. Alegre, claro, não quer outra coisa. Como isso fica cristalino a qualquer eleitor que gaste cinco minutos com esta eleição presidencial e como os seus apoiantes não podem pressionar Alegre a dizer qualquer coisa de esquerda, nada como fingir que ainda estamos nos anos 90 e que Cavaco ainda manda o que mandava quando as vacas eram gordas. Pelo andar da carruagem, veremos, chegará o dia em que pelas mesmíssimas razões, o BE e talvez até o PCP, nos enfiem um outro José que faz falta pela goela abaixo, mas desta feita a jogar pelo Seguro.

Será este o próximo Alegre, “justo e solidário”, que vai animar os eternos defensores da política dos remendos e das côdeas?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

42 Responses to Tentar derrotar Cavaco com Alegre é como tentar matar moscas com vinagre

  1. Pingback: Antes fazer bullying do que ser bullyinguiado | cinco dias

Os comentários estão fechados.