A refinada Ajuda de Berço

 

É natal, é natal… Saem das tocas inúmeras instituições de solidariedade a pedir dinheiro e dinheiro e dinheiro. Uma delas é a Ajuda de Berço, por muitos tida em muito boa conta…

Fundada em Março de 1998, é logo prendada no mês seguinte com um espaço na Avenida de Ceuta, cedido pela Câmara Municipal de Lisboa. A isto se chama uma sorte do caraças – tanta gente a querer um espaço para fazer vários tipos de coisas…

Um ano depois, o centro de acolhimento é oficialmente inaugurado e as instalações recebem a benção do Cardeal de Lisboa, D. José Policarpo, com a presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, o Dr. João Soares. Ficam sempre tão bem os poderes todos juntos, em nome das criancinhas… Em Maio de 1999 a Ajuda de Berço é reconhecida como pessoa colectiva de Utilidade Pública. Em Julho, assinam um protocolo de cooperação financeira com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Em 2000 é-lhe atribuído o estatuto de Mecenato.

Em Julho de 2002, a Câmara Municipal de Lisboa cede-lhes mais um espaço, em Monsanto. Também aqui o terreno não podia deixar de ser benzido pela igreja… Na ocasião da benção e lançamento da primeira pedra estão presentes o Patriarcado de Lisboa, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Pedro Santana Lopes, o presidente da Swatch internacional e Maria José Ritta.

Estes dados que aqui ponho vêm da «barra cronológica» que está na página electrónica da Ajuda de Berço, uma cronologia que conta com entradas como:

«18 de Outubro de 2003 – Beatificação da madre Teresa de Calcutá em Roma pelo papa João Paulo II.»

No dia 1 de Janeiro de 2004, o Protocolo de Cooperação Financeira da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa é «transferido» para Segurança Social. Gostava de saber mais sobre isto. No dia 1 de Junho a Jazztell oferece-lhes uma linha telefónica para angariação de fundos. A nova casa de Monsanto, oferecida pela Swatch e em terreno cedido pela CML, é oficialmente inaugurada por Santana Lopes e as instalações mais uma vez benzidas, não vá o céu cair-lhes em cima.

Ainda nesse ano é apresentada a mascote «Colinho», que é apadrinhada pela Bárbara Guimarães com o apoio do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e as Lojas Jacadi.

Saltemos dois anos e passemos pelo «Chá para angariação de fundos no Hotel Mirage em Cascais». Em Novembro de 2006, é apresentada a campanha «Ser solidário» que é a culpada por aquela coisa estranha de irmos ao multibanco e aparecer-nos no écrã o título de um disco e de uma música de José Mário Branco:

Em 17 de Março de 2007, «Os Presidentes dos órgãos sociais da Associação Ajuda de Berço, respectivamente o Prof. Doutor Fernando Maymone, o Dr. António Maria Pinheiro Torres e a Dr.ª Sandra Anastácio, foram agraciados por sua Alteza D. Duarte Pio, com a medalha de mérito da Real Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, pelo serviço prestado na defesa da vida.» Defesa da vida… precisamente um mês depois do referendo do aborto. Participam também nesse ano no «evento anual das Barrigas de Amor, evento de promoção da maternidade em Portugal», e ainda no Congresso Pastoral da Saúde em Fátima, para apresentarem os objectivos da Ajuda de Berço.

Em 2008, a Ajuda de Berço faz dez anos, uma ocasião a comemorar com uma missa na capela do Hotel Penha Longa seguida de um jantar. Mas mais doce e importante momento é a visita à instituição da Rainha da Suécia, Sílvia, que acompanhada por Maria Cavaco Silva conhece as instalações e as crianças da casa de Monsanto. «Esta visita foi sem dúvida uma honra para a nossa Associação e também um momento muito emotivo», lê-se na cronologia.

Escusado será referir os incontáveis protocolos e parcerias que a Ajuda de Berço realizou ao longo destes 12 anos com as mais diversas empresas do capital. Em 27 de Novembro de 2008 é a vez da campanha com a Kazzo. Como não percebemos bem em que é que isto consiste, a cronologia explica: «A TMN associou-se à Generation Kazzo, o serviço Kazoo, a primeira solução de comunicações móveis disponibilizada em Portugal com o objectivo de apoiar Instituições Particulares de Solidariedade Social. Através do Kazoo, um cartão recarregável para telemóvel, os utilizadores podem reverter 5% de todos os carregamentos efectuados a favor de uma Instituição Social à escolha, entre um conjunto de entidades com as quais foram estabelecidas parcerias específicas para o efeito.» A melhor forma de ser solidário, já se sabe… é consumir. Ganham as criancinhas, a igreja e o capital.

A Ajuda de Berço é apoiada por uma centena de instituições, as primeiras das quais são o Ministério da Segurança Social e do Trabalho, a Câmara Municipal de Lisboa, o Patriarcado de Lisboa, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e os Jogos da Santa Casa. Na lista, inúmeras empresas e lojas que estamos fartos de conhecer: Swatch, AR Telecom, Pingo Doce, RTP, SIC Mulher, Montepio Geral, Body Shop, Jardim Zoológico, Bertrand, Banco Espírito Santo, Casino Estoril, Optimus, Siemens, BPI, Imaginarium, Telecom, Vobis, etc.

Em outubro de 2009, diz-nos a cronologia: «organização da 2ª edição do Restaurant Week, de 8 a 18 de Outubro em Lisboa, e também no Porto, de 21 a 31 de Outubro, foi possível poder provar o melhor da Nouvelle Cuisine e ajudar a construir uma Nouvelle Maison para a Ajuda de Berço. Nos restaurantes aderentes ao Restaurant Week, cada menu com o custo fixo de 19€ mais 1€ que reverteu para a Ajuda de Berço.» E remata assim e muito bem: «Ajudar sabe sempre bem, mas durante estes dias teve um sabor ainda mais refinado.»

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

22 Responses to A refinada Ajuda de Berço

  1. Pingback: Tweets that mention A refinada Ajuda de Berço | cinco dias -- Topsy.com

Os comentários estão fechados.