Ah Ah Ah Ah Ah Рestamos em Novembro; tentem-se balan̤os: proponho esta como a cita̤̣o mais obtusa e imbecil do ano:

«No dia 24 de Novembro de 2010 todos os deputados do PCP, exceptuando Bernardino Soares e Honório Novo, faltaram a uma sessão plenária, onde se discutia e votava o orçamento de estado na especialidade, para estar ao lado dos grevistas. Há muitas formas de ‘estar com os grevistas’. Aquela que o PCP escolheu revela bem aquilo que este partido pensa da democracia parlamentar».

QUANDO QUERO VOMITAR, ABRO O JUGULAR.
(E leio, leio, leio, leio.)
 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 Responses to Ah Ah Ah Ah Ah Рestamos em Novembro; tentem-se balan̤os: proponho esta como a cita̤̣o mais obtusa e imbecil do ano:

  1. Abilio Rosa diz:

    A mim o Jugular não me dá tesão nenhum e já aconteceu ter ficado com vontade de cagar.

    • Carlos Vidal diz:

      Caríssimo Abilio, vamos, modere-se. E diga lá o essencial, objectivando: porque é que isso lhe acontece? É isto que interessa.

      Por mim, o texto galambeiro é inenarrável, porque num dia de greve e solidariedade não se vai a uma comissão votar quando o seu resultado está de antemão feito pelos 2 maiores partidos da direita portuguesa.

      • Abilio Rosa diz:

        Prof. Carlos Vidal:

        Prefiro não gastar o meu pouco «latim» com aqueles «intelectuais» da treta e economistas aldrabões que nunca liquidaram um imposto nem processaram um salário.
        Nesse antro do sucialismo das lantejoulas e dos saltos altos floresce as mais viçosas flores do entulho que diariamente é produzido nesta republiqueta all mezzigiorno
        Prefiro ler os artigos do Mário Crespo na «Penthouse», um deles dizia que o Sócras lhe devia dinheiro…
        Quando avisto um «sucialista» normalmente mudo de passeio e ando sempre com o cú virado para a parede…
        Não o vai o diabo tecê-las…

  2. João diz:

    O texto está correcto. O PCP acha que a democracia burguesa é uma merda. deve é assumir isso.

    • Carlos Vidal diz:

      O texto de galamba é indigno, desrespeitador, não fora adolescente e imbecil, mas vou mais por estas duas hipóteses.
      Vamos ao que interessa: não faz sentido dizer (eu posso dizer muita coisa) que o PCP acha a democracia burguesa uma merda. É uma sua opinião, uma opinião que se intenta converter em anticomunismo e anti-PCP em particular.
      E uma opinião não passa de um sofisma. Há mais mundo para além das opiniões.
      Vamos ao que interessa, parte 2: o PCP participa assumidamente na democracia parlamentar burguesa (chamemos-lhe assim), porque esta não é um feudo para devotos. Compreendeu?
      A democracia burguesa não pertence ao “João” nem ao “Manuel Germano”. Nem apenas aos que nela se revêem.

  3. Ó mestre, mas por quê? diz:

    Ó mestre,

    Gostaria de entender porque é que o meu mestre tem tanta necessidade de vomitar (??).
    Anda a tentar ficar mais esbelto?
    Limpeza rotineira do organismo?
    É masoquista?????? (Não diga!)

    Não leia aquela coisa… Mestre!
    Aquilo é tudo gente muito coisa-coisa-coisinha. Prejudica-lhe a saúde física e mental.
    Ó mestre, meu querido e estimado mestrinho, leia antes Stéphane Mallarmé, “L’Azur” (por ixemplus)
    “De l’éternel azur la sereine ironie…”
    Cuide-se, se faz favor! Antes do Natal quero sabê-lo Doutor (Olha, rimou! Que pena!)
    Passeie de alpha para a Trafaria… Vá ver a maresia…

    Força aí!

    Muitos Cumprimentos

  4. helder diz:

    Á primeira vista, vindo do ps, é um comentário reles de um partido que se marimba para os mais básicos princípios democráticos.Depois um gajo repara que foi o galamba a parir a coisa e faz sentido.

    • Carlos Vidal diz:

      Exactamente, com o PS os resultados de qualquer jogo ou debate ou conversa estão predeterminados. É a democracia deles. Cabe-nos não a aceitar.

  5. maumaria diz:

    O que fica demonstrado que súcialistas e fascistas e democratas é tudo a mesma coisa!Ou seja, a mesma escumalha com ,raras excepções.

    Eu não leio a merda do jugular pq se não teria que ir aos cornos desses marginais com um taco de baseball,pq a Humanidade só pode resolver a sociopatologia com porrada

  6. alexandre costa diz:

    O que o Galamba até hoje não conseguiu explicar é quantas vezes até hoje deputados do PS (ou do PSD, ou do CDS), em votações na especialidade no Orçamento, não se ausentaram do hemiciclo por razões menos nobres e dignas que as que moveram os deputados do PCP no dia da greve geral.

    • Carlos Vidal diz:

      Claro !!!!!

      Passa por aí uma das razões deste meu post.
      Além do mais, o galambismo é mais do que bolorento. Razões de amanuense, pobre empregado de escritório. Roubando a dignidade representacional à própria figura do deputado.

Os comentários estão fechados.