Anti-herói

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to Anti-herói

  1. Valete, o tal que gosta de Chávez, Fidel, Che, Lenin, isto é, grandes democratas, sem dúvida.

    Tenho muita pena que Xanana Gusmão, Martin Luther King, Mandela (grande Mandela!!!), Malcolm e Rosa Parks sejam mencionados na mesma música, e para o mesmo motivo, que os acima mencionados.

    Eu compreendo, esta é uma música que entra na mesma categoria de uma outra, também do Valente, onde este, diz a letra, tem o número do Bin Laden.

    Eu anseio por plataformas ideológicas de Esquerda que, de uma vez por todas, abandonem estas tristes figuras do século XX (algumas do século XIX). É por vossa causa, pelo vosso fanatismo ideológico e vazio no conteúdo programático, que a extrema-direita, outro bando de imbecis, conquista espaço eleitoral a cada ano que passa. Aliás, para contrastar com a paralisia ideológica da Esquerda europeia, temos agora uma nova Extrema-Direita, personificada por Geert Wilders. Não abram a pestana, não.

    Espero que o meu comentário não seja alvo do “lápis azul” do 5 dias. Mantive o respeito por todos, à excepção dos carecas que passeiam com cartazes de Hess.

Os comentários estão fechados.