Silêncios ensurdecedores

Já me tinham chamado a atenção para a particularidade do site da candidatura do Manuel Alegre ser capaz de falar de tudo sem falar de nada.

Depois de 35 anos de responsabilidades governamentais, depois de ter negociado a defesa da maioria absoluta de Sócrates pelo apoio do PS à sua candidatura, depois de ter defendido a participação portuguesa na guerra do Afeganistão, depois de ter calado e consentido cada avanço neo-liberal, depois de nada dizer para travar os sucessivos PEC’s, Alegre consegue falar da Madeira sem falar de Alberto João Jardim e falar da Greve Geral sem dizer se a apoia.

Notável para aquele que a cada vírgula sublinha que não é um gestor de silêncios.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

6 Responses to Silêncios ensurdecedores

Os comentários estão fechados.