POR UM P(R)EC REVOLUCIONÁRIO – O povo tem que acabar com o Sócrates antes que o Sócrates acabe com o povo!

O debate sobre a crise não é um debate, é uma guerra. Ao contrário do que nos dizem os capatazes do bantustão em que se transformou o Portugal do pós 25 de Novembro de 1975, o caminho é outro. Sócrates pediu ideias e aqui ficam 10, que resolveriam muito mais do que a crise e sem prejudicar os mais pobres:

1º- Nacionalização dos sectores estratégicos da economia.

2º- Cortes no topo da estrutura burocrática do Estado: fixação de tectos salariais nos cinquenta mil euros por ano.

3º- Criação do imposto sobre as grandes fortunas e retenção de 50% dos lucros das empresas que apresentem ganhos acima de um milhão de euros.

4º- Fim do offshore da Madeira com congelamento das todas as contas com verbas superiores a 500 mil euros.

5º- Expropriação de todas as terras não produtivas e início da reforma agrária sobre os terrenos estatizados.

6º- Saída da NATO e regresso de todos os militares a operar fora de Portugal. Corte nas verbas relacionadas com o aparelho militar que deve ser reduzido à protecção civil.

7º- Confisco de património sobre pessoas que a título individual tenham mais do que três propriedades móveis e imóveis para venda em hasta pública ou redistribuição pelos indivíduos produtivos que não tenham nenhuma.

8º- Expropriação de todos os imóveis devolutos e transformação destes espaços em residências, cantinas e creches sociais.

9º- Não pagamento da dívida externa.

10º- Criação de imposto sobre produtos de luxo à ordem de 50% sobre o seu valor de mercado.


Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

44 Responses to POR UM P(R)EC REVOLUCIONÁRIO – O povo tem que acabar com o Sócrates antes que o Sócrates acabe com o povo!

  1. Pingback: Nuno Teles, o problema não é a proposta ser “um pouco técnica”, o problema é que ela não desafiar a sorte. | cinco dias

Os comentários estão fechados.